Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Pressionada, Solurb retoma coleta de lixo a partir da noite de hoje

18 setembro 2015 - 16h30Por Amanda Amaral

A empresa responsável pela coleta de lixo em Campo Grande, CG Solurb Soluções Ambientais Ltda., decidiu retomar o serviço ainda hoje (18) depois de dez dias de paralisação. Confira a nota oficial da concessionária emitida através de assessoria de imprensa:

“Diante do cumprimento  da medida judicial imposta à Prefeitura, que é o depósito referente à somatória dos salários dos funcionários, a CG Solurb retomará, hoje, às 19 horas, a coleta de lixo. A empresa continuará com o serviço enquanto os insumos estocados permitirem”.

Hoje pela manhã, a empresa havia se comprometido em operacionalizar a liberação dos salários até às 15 horas. Contudo, os serviços de coleta de lixo iriam permanecer paralisados, porque a empresa alegou 'não ter condições' de recolher a sujeira que se acumula na Capital, por conta da falta de combustível e de veículos. A declaração foi feita após uma reunião entre representantes da concessionária CG Solurb, sindicatos dos funcionários e o Tribunal Regional do Trabalho.

  

A prefeitura municipal realizou depósito em Juízo, ontem (17), de R$ 1.568.800,00. Mas, mesmo voltando aos trabalhos hoje (18), a expectativa é que toda a retirada de material acumulado demore, no mínimo, 20 dias. O cronograma de atividades deverá ser mantido, apenas com acréscimo de horas extras.

Os funcionários da empresa apenas estavam realizando a coleta do lixo hospitalar, mas ontem os servidores estavam “sem condições psicológicas” e não foram trabalhar. Hoje, esse serviço foi restabelecido, já que teve a injeção de 'ânimo' com o depósito do dinheiro da prefeitura.  

Greve 

A Solurb alega que a prefeitura deixou três faturas em aberto, referente ao mês de junho, julho e agosto que corresponde a R$ 23,8 milhões, e alegavam não ter dinheiro em caixa para efetuar o pagamento dos funcionários.

Na terça-feira (15), o juiz Alexandre Ito, da 2ª Vara da Fazenda Pública e de Registros Públicos do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS) acatou liminar que pedia o retorno da coleta do lixo disposto nas ruas de Campo Grande em sua totalidade, responsabilidade da concessionária CG Solurb Soluções Ambientais Ltda., sob a pena de multa diária de R$ 50 mil a R$ 1 milhão.

Em alguns dias da semana, a Prefeitura Municipal disponibilizou uma força-tarefa, formada por funcionários da Seinthra (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) e voluntários, para fazer o recolhimento do lixo, especialmente na região central.