SOLURB JULHO 4

quinta, 18 de julho de 2024

Busca

quinta, 18 de julho de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Campo Grande

há 4 semanas

'Tenho medo de tudo': com ex-marido solto, vítima teme pela vida e do filho

Anni levou 6 facadas do ex-marido em frente ao filho após término do relacionamento

Há pouco mais de uma semana da tentativa de feminicídio, Anni Carolini de Moura, esfaqueada nas costas pelo ex-marido Marcelo Vitor Ferreira da Costa, ainda se recupera dos ferimentos sofridos. Com o autor foragido, ela se diz constantemente com medo.

O crime ocorreu na manhã do dia 10 de junho, uma segunda-feira, no bairro Cerejeiras, em Campo Grande. Ao TopMídiaNews, Anni conta que estava separada há cerca de dois meses do ex-marido, com quem foi casada por 10 anos.

Desde então, o filho do casal, de 7 anos, ficava com a avó, em um condomínio ao lado, porém ela ainda vivia com o homem na mesma residência. Ela explica que o relacionamento terminou devido ao uso de drogas pelo ex-marido.

No entanto, Marcelo não aceitou o término. "Ele achou que eu tinha saído por causa de outra pessoa, não pelas drogas. Após o término, primeiro ele odiou muito, depois pediu para voltar. Ele era agressivo, primeiro ameaçava, mas depois falava que me amava", conta.

Segundo Anni, dias antes do ocorrido, Marcelo pediu muito para voltar. No final de semana, ela conta que ele a mandou dezenas de mensagens buscando reatar o relacionamento. Em meio as mensagens de declaração, desculpas e promessas de mudança, também havia ameaças.

"Ele mandou mensagem durante toda a noite de domingo (9) e madrugada de segunda-feira (10). Disse que sabia que eu estava com alguém, mas queria ouvir da minha boca. A última coisa que disse foi para dar o último beijo no meu filho, isso às 6 horas da manhã".

Ela relata que dias antes já havia denunciado o ex-marido à polícia e pedido uma medida protetiva, no entanto, jamais imaginou que ele pudesse tentar assassiná-la. Anni afirma que o medo dela era da reação dele ao receber a medida protetiva.

Na ocorrência, Anni procurou a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) para denunciar Marcelo após ele ter quebrado o óculos e celular dela, da marca iPhone. O prejuízo foi de cerca de R$ 5 mil. Ele também a teria xingado e a expulsado de casa. 

Ao amanhecer, Anni saiu para ir ao trabalho, como sempre fazia, no entanto, o ex-marido estava em frente ao condomínio, encapuzado. Enquanto ela seguia ao portão do residencial, um vizinho chegava de carro e viu Marcelo no local, escondido.

Assim que abriu o portão, ele a surpreendeu e, imediatamente, a desferiu seis facadas nas costas. "Ao ver ele no portão, eu tentei correr, mas ele me agarrou pelo cabelo e disse: 'agora vamos conversar, vagabunda'. Eu gritei por socorro, mas ele disse para eu parar de gritar e foi aí que tudo ocorreu", relata.

Conforme Anni, ele só não desferiu mais golpes porque o vizinho presenciou o crime. Assustado, Marcelo fugiu por uma região de mata fechada.

Anni foi encaminhada para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Coronel Antonino, em estado crítico. Em seguida, ela foi levada para a Santa Casa. Os golpes perfuraram o baço, o pulmão, além de causarem uma hemorragia interna.

Ela afirma que está viva por vontade divina. "Deus me deu força para gritar. Foi tudo muito rápido. Mesmo no pequeno período de tempo, ele ainda me deu seis facadas", conta.

Após o crime, a polícia iniciou uma "caçada" em busca do suspeito, no entanto, ele continua foragido. Para Anni, agora, o maior medo é que ele vá atrás dela ou do filho. Ela também teme que ele seja, de alguma forma, beneficiado, pois a família dele possui contatos e, em nenhum momento, a prestou apoio.

"Até então eu achava que eu conhecia ele. Meu medo é dele buscar meu filho. O medo é muito grande, estou presa, tenho medo de fazer tudo, meu filho não está indo para escola, os vizinhos estão cautelosos... essa incapacidade é revoltante", finaliza.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO