Menu
sábado, 26 de setembro de 2020
Cidade Morena

Três anos de água cortada: sozinha e com filho especial, mãe (sobre)vive com menos que o essencial

Ela explica que vive de doações e faz refeições na casa da vizinha

10 abril 2019 - 15h00Por Dany Nascimento

Mãe de dois filhos, Renata Ana dos Santos, 23 anos, pede ajuda da população para sustentar a família, que mora no bairro Morada Verde, em Campo Grande. A dona de casa tem um filho de 3 anos e um menino de 1 ano e oito meses, portador de hidrocefalia e paralisia do lado esquerdo do corpo.

Renata afirma que vive há mais de três anos sem água na residência cedida pelo tio. “Eu tenho dois galões de água e consigo pegar com uma vizinha. Utilizamos tanto para beber, como para tomar banho. Uma vizinha, que eu chamo de mãe, ela me ajuda com água e assim vou levando a vida”.

Ela diz que tentou se inscrever nos programas do governo para adquirir a casa própria, mas não obteve sucesso. “Eu fui na Emha, fui na Agehab, mas como o sistema estava fora do ar, não consegui fazer minha inscrição. Tenho dificuldade para sair de casa, meu filho precisa muito de mim. Ele está na APAE, mas estou pensando em tirar ele, porque dependemos de ônibus para chegar até lá e nunca conseguimos chegar no horário, é difícil. Ele tem consulta agendada para fazer na outra sede da APAE com nutricionista, fez fisioterapia ontem, ele melhorou muito o movimento da perna esquerda, mas o restante do corpo continua com muita dificuldade”.

Sobre a alimentação da família, a mãe explica que vive de doações e faz refeições na casa da vizinha. “Quase sempre conseguimos almoçar e jantar na casa dessa vizinha, ela ajuda muito. Eu queria ter a minha casa, cuidar dos meus filhos. Vivemos do Vale Renda e da verba do Bolsa Família”.

A mãe pede ajuda com doação de alimentos, roupas e dinheiro para sustentar os menores de idade. Para ajudar, ligue 67-9 9178-1805

*Matéria alterada dia 16/4 para correção do telefone de divulgação.

Leia Também

Resultado negativo da Covid-19 faz Julia chorar de alívio e matar a saudade da 'vó mãe'
Cidade Morena
Resultado negativo da Covid-19 faz Julia chorar de alívio e matar a saudade da 'vó mãe'
Reme ainda não tem prazo para retorno das aulas presenciais
Cidade Morena
Reme ainda não tem prazo para retorno das aulas presenciais
Caminhoneiro morre ao capotar veículo na serra de Maracaju
Interior
Caminhoneiro morre ao capotar veículo na serra de Maracaju
Prefeitura libera apresentações de artistas de fora e festas em condomínios
Cidade Morena
Prefeitura libera apresentações de artistas de fora e festas em condomínios