Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
Covid 18/01 a 24/01
Cidade Morena

50 mil partos e carreiras na política e Exército estarão em autobiografia de médico-vereador

Obra sobre Loester Nunes está em fase de produção e deve ser lançada neste ano

06 janeiro 2019 - 09h30Por Thiago de Souza

O médico Loester Nunes (MDB) prepara sua biografia, que deve mostrar ao público detalhes de como foram 40 anos de carreira na medicina, no Exército Brasileiro como tenente, e na política, hoje como vereador. Entre seus feitos, estão cerca de 30 mil partos e poucas eleições sem que esteja na disputa.

O livro, que deve ser lançado neste ano, vai falar das origens do profissional, que nasceu em Nioaque e depois se radicou em Guia Lopes da Laguna. Nunes quer contar que entrou nas forças armadas como soldado, chegou a cabo e sargento, mas teve de sair para cursar medicina. Voltou ao Exército onde se tornou 2º tenente, quando a medicina o chamou de volta à vida civil.

Formado na 2º turma de medicina da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Dr. Loester  começou a fazer partos ainda no quarto ano de curso. Claro, assistido pelos professores. Hoje, a conta é de pelo menos 50 mil procedimentos, que continuam em cada plantão na Santa Casa de Campo Grande.

''Na época [década de 60] quase não tinha médicos, além disso o pessoal do interior vinha tudo pra cá'', revela Loester. Ele acrescenta que existem pelo menos 20 rapazes como o nome de Loester em razão de terem nascido pelas suas mãos.

''De vez em quando eu encontro alguns. Além disso, é muito comum mães que vão ganhar nenê falarem que nasceram comigo. Em muitos casos eu estou na 3ª geração já'', brinca o profissional.

Loester começou vida política quando estudava medicina. (Foto: Arquivo TopMídiaNews)

A atuação política de Loester começou cedo, quando ainda estudava medicina e foi inspirada no pai, que foi vereador em Guia Lopes da Laguna.

''Saí candidato a vereador em Guia Lopes. Era mais para preencher a chapa, mas ali foi um começo'', revela o médico que ajudou a fundar o PDT de Leonel Brizola em MS. Ele foi o primeiro vereador pelo partido em MS e hoje contabiliza três mandados em Campo Grande, além de três como deputado estadual.

''Já disputei eleição para prefeito, vice-prefeito e já fiquei suplente de deputado federal quando o Dagoberto [Nogueira] foi eleito. É difícil uma eleição que eu não disputei'', faz as contas o vereador.

Loester faz questão de destacar que nunca parou a atuação na medicina, por isso não ocupou cargos no Executivo, como secretário, por exemplo.

''A medicina é minha paixão, nunca deixei de atuar. A política é uma coisa que eu faço paralelamente para poder ajudar as pessoas também'', refletiu o parlamentar.