TJMS dezembro
Menu
Busca quarta, 11 de dezembro de 2019
Cidade Morena

Alargamento de calçadas na 14 de Julho atrai mais camelôs, reclama CDL

Entidade reclama que a prefeitura é omissa em coibir o comércio informal

12 agosto 2019 - 08h48Por Thiago de Souza

Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande apontou, em nota, que o alargamento das calçadas da Rua 14 de Julho atraiu mais camelôs para a região. A entidade, que representa parte do comércio, denuncia suposta omissão da prefeitura em relação ao problema. 

Conforme o texto, a CDL tem recebido reclamações dos empresários, que alegam concorrência desleal com ambulantes, já que arca com impostos e outros encargos. As obras do Reviva Campo Grande, na 14 de Julho, tornaram a região mais atraente para o mercado informal, diz a entidade. 

"...[há uma] presença numerosa e constante dos ambulantes, justamente ocupando as calçadas que ficaram mais largas com o Reviva Centro e que agora servem às bancas ao ar livre dessas pessoas. O que se ouve nas ruas da cidade é que o Centro está bem melhor para os ambulantes", trouxe um trecho da publicação. 

No entendimento da CDL, a fiscalização da prefeitura deveria ser constante, já que é obrigação do poder público municipal coibir o comércio informal na cidade.  

''A ausência da fiscalização fortalece o crescimento desordenado da informalidade, que não contribui com impostos, ocupa espaço e disputa clientes de forma desleal, justamente com os empresários que são rigorosamente cobrados pelo poder público para manter suas portas abertas". 

A Câmara de Dirigentes Lojistas disse que já fez vários pedidos à prefeitura, por isso fala em omissão do executivo municipal. 

Entramos em contato com a Prefeitura, mas ainda não tivemos resposta.