(67) 99826-0686

Alunos de escolas municipais participam de concurso de paródia

A proposta teve o intuito de incentivar o gosto pela leitura de forma lúdica e prazerosa

6 DEZ 2016
PMCG
16h41min

Com criatividade e desenvoltura, 61 alunos de 23 escolas da Rede Municipal de Ensino participaram nesta terça-feira (6) do concurso de paródias que teve como tema “Inquietações escolares”. A competição integra o plano de ação pedagógica Todos Pelo Saber 2016, lançado pela Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Educação. O concurso foi organizado pela equipe da Coordenadoria de Educação Básica – Coeb e teve o objetivo de promover a valorização do estudo e a reflexão a cerca das “inquietudes escolares”, bem como estimular o interesse dos alunos em questões contemporâneas relacionadas ao aprender e ensinar.

A disputa foi realizada pelos alunos dos sétimos anos. A dupla de alunos da Escola Municipal José do Patrocínio, localizada em área rural, Maiccon Douglas de Oliveira da Silva, 17 anos e Saulo Coelho Pedro, 14 anos, interpretaram tendo como base uma melodia funk. “Tivemos muito incentivo, muita ajuda para realizar esse trabalho. O importante não é nem competir, mas sim participar. Foi uma composição musical fácil porque tivemos ajuda da professora de português. Isso nos ajudou porque nos fez perder a timidez”, disse o aluno Maiccon.

O grupo composto pelas alunas Julia Sanches, 12 anos, Flavia Moreira Saboia, 12 anos, Suize de Souza de 14 anos da Escola Municipal Ramires Vieira parodiaram a letra da música "Prepara" da cantora Anita. “ Criamos a letra com coreografia e rima. Além disso, tivemos que fazer um vídeo e editar para apresentar para a professora e encaminhar para a Semed. Foi uma experiência muito boa porque a gente percebeu facilidades na hora de escrever”, afirmaram as alunas. Durante as apresentações, os alunos foram avaliados por um grupo de jurados que observou a coerência com o tema proposto, ritmo, entonação (dicção) musical, postura e coreografia. 

De acordo com a secretária municipal de Educação, Leila Machado, a proposta teve o intuito de incentivar o gosto pela leitura de forma lúdica e prazerosa. “Os alunos puderam desenvolver uma linguagem oral e escrita. Com este projeto, foi possível observar as habilidades musicais dos nossos alunos, a criatividade, os momentos de análise crítica de cada um que colocou à mostra seus conhecimentos adquiridos durante a execução do projeto”, observou. Ao final da competição, os participantes receberam certificados. Os prêmios de primeiro, segundo e terceiro lugares foram para as escolas Osvaldo Cruz, José do Patrocínio e Tertuliano Meireles, respectivamente.

Veja também