Menu
sábado, 26 de setembro de 2020
Cidade Morena

Ao lado da prefeitura, trailer de lanches funciona sem alvará e despeja lixo na rua

Vizinhos reclamam da sujeira e falta de condições sanitárias para venda de alimentos

03 março 2019 - 11h30Por Amanda Amaral

Nada escondido de quem entra e sai da prefeitura de Campo Grande, funciona um trailer de lanches na Rua Arthur Jorge, entre a Barão do Rio Branco e a Avenida Afonso Pena. O negócio familiar funcionaria há anos no local, mas sem alvará e deixando lixo por ali mesmo.

A reclamação foi encaminhada por leitor do TopMídiaNews e a reportagem foi até o endereço, onde se vende salgados, água de coco, outras bebidas e até almoço. A proprietária do estabelecimento assumiu que haveria apenas uma autorização informal para atuar e não tem outra forma de despejar sujeira, senão na própria via ou no próprio gramado da prefeitura.

“A gente trabalha honestamente aqui faz anos e o prefeito mesmo liberou que o trailer continuasse aqui”, afirmou a responsável, que preferiu ter seu nome preservado.

Consultada, a assessoria de imprensa do Executivo respondeu que deve apurar se o comércio funciona dentro da regularidade. Se a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) identificar que não há alvará, a proprietária será notificada.

Até a publicação, a prefeitura não confirmou se houve a fiscalização.

Leia Também

Brasil registra 869 novas mortes nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 869 novas mortes nas últimas 24 horas
Primeiro castramóvel chega em janeiro e vai atender bairros mais vulneráveis em Campo Grande
Cidade Morena
Primeiro castramóvel chega em janeiro e vai atender bairros mais vulneráveis em Campo Grande
Em dois anos, MS ganha 54 mil eleitores e mulheres definem eleição
Cidade Morena
Em dois anos, MS ganha 54 mil eleitores e mulheres definem eleição
Bebê com atrofia muscular morre após campanha para importar remédio de cerca de R$ 11 milhões
Geral
Bebê com atrofia muscular morre após campanha para importar remédio de cerca de R$ 11 milhões