(67) 99826-0686
Camara Maio

Após cancelar show do NX Zero na Capital, organizadores de festival têm bens bloqueados

Justiça determinou o bloqueio do dinheiro para restituir valor dos ingressos comprados por fãs

10 NOV 2016
Diana Christie
10h14min
Foto: www.pictaram.com

O juiz David de Oliveira Gomes Filho determinou o bloqueio de R$ 20.285,00 dos organizadores do evento "Holi Joy - Festival das Cores" para garantir a devolução dos valores pagos pelos consumidores que compraram os ingressos do show, que foi cancelado. O evento organizado pela Imagem Assessoria de Comunicação Ltda.-ME, a Show Brasil, do empresário Renier Martins Colombo, contaria com apresentação da banda NX Zero.

De acordo com o MPE (Ministério Público Estadual), o evento seria realizado em 15 de maio no Parque das Nações Indígenas, mas foi adiado para o dia 29 de maio, a ser realizado na Praça do Papa. Depois, o show foi cancelado “sob a alegação de má previsão meteorológica para a data, sem a devolução por parte dos organizadores do evento dos valores referentes à compra dos ingressos aos consumidores”.

“A empresa teria informado que faria a devolução dos valores no dia 27/6/2016, no PROCON/MS, entretanto, o próprio órgão informou ao Ministério Público Estadual que essa informação não era verdadeira. Em seguida a empresa noticiou que a devolução dos valores seria feita no dia 27/6/2016, no Jd. Leblon, entretanto, tal devolução também não aconteceu. Por fim, pelo Facebook a empresa teria dito que devolveria os valores em 12/8/2016, porém, mais uma vez, a promessa não foi cumprida”, diz a assessoria do órgão.

Para os consumidores que foram lesados, o MPE orienta que procurem a 25ª Promotoria de Justiça, com o ingresso individual ou qualquer outro meio de prova, para informarem nome completo, telefone, e-mail e endereço para cadastro. Se a Justiça considerar que os organizadores são culpados, as pessoas que compraram ingressos podem ser ressarcidas com juros e correções monetárias, além de serem indenizadas moralmente.

Veja também