Menu
quarta, 30 de setembro de 2020
Cidade Morena

Passando 8 horas com a criançada e sem concurso, assistentes de creches lutam por salários melhores

Categoria estuda até a possibilidade de greve; carga horária exaustiva e salários baixos são principais reclamações

24 fevereiro 2019 - 09h30Por Nathalia Pelzl

Funcionários dos EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil) - antigos Ceinfs (Centros de Educação Infantil) - estão indignados com promessas que nunca se cumprem. Uma funcionária, que prefere não se identificar, relatou ao TopMídiaNews que a classe estuda uma possível greve e até mesmo ir ao Ministério Público em busca de direitos.

“Quando os funcionários da Omep e Seleta foram demitidos, o prefeito na época [Alcides Bernal] alegou que não podia realizar um concurso, mas que ia abrir o processo seletivo. Mas realidade foi outra. Ele [Marquinhos Trad] fez foi abrir agora um novo processo”, reforça.

Outro questionamento é a questão salarial recebida pelos trabalhadores. Segundo ela, a carga horária não seria compatível com o salário recebido.

“Carga horária exaustiva com o mesmo salário, aí o mesmo não quer reduzir a carga horária pra 6 horas, nem ao menos dar o aumento salarial e nem previsão precisa de concurso”, reforça indignada.

“R$ 1,2 mil, aí com os descontos cai para R$ 1 mil e já é o segundo processo seletivo com o mesmo salário, já vai para três anos”, destacou.

Um ponto importante indicado pela funcionária é a questão da superlotação das salas e o pouco número de profissionais para atender a demanda.

“Sem contar que fica 8 horas direto com crianças. Acaba sendo muito estressante porque as salas são superlotada e são apenas três assistentes por sala”.

Indignada, ela alega que o desgaste emocional é muito grande e que o número de profissionais adoecendo aumenta a cada dia.

“O jeito será ir para as ruas para possível uma greve e até mesmo partir para o Ministério Público, pois essa  profissão esta defasada, as pessoas estão exaustas, muitas com problemas psicológicos ao ponto de cometer um suicídio porque é muita cobrança para pouco retorno”, finaliza.

Outro lado

Nossa equipe entrou em contato com a Semed (Secretaria Municipal de Educação), confira a nota na íntegra.

"A Semed informa que realizou ano passado Processo Seletivo Simplificado para o cargo de Assistente de Educação Infantil, do qual recebeu 15 mil inscrições. Até o momento, já foram chamados 450 candidatos para assumir o cargo em EMEIS. Outros candidatos serão convocados para suprir a demanda da Reme. Na próxima semana, inclusive, haverá outra chamada. Quanto a reajuste salarial, como se trata de processo seletivo, a remuneração e a jornada de trabalho já são estabelecidas no edital que normatiza o processo, não havendo possibilidade de alteração. A Semed ainda informa que já foi solicitado a Secretaria de Gestão, abertura de concurso para o referido cargo em 2019, porém o pedido ainda está em análise".

ue i

Leia Também

Ao contrário do esperado, fronteira teve apenas alguns pontos reabertos
Cidades
Ao contrário do esperado, fronteira teve apenas alguns pontos reabertos
Ministério da Agricultura vai investigar 'sementes misteriosas' vindas da China
Geral
Ministério da Agricultura vai investigar 'sementes misteriosas' vindas da China
Corrupção: vice toma posse após prefeito ser cassado pela Câmara de Bandeirantes
Política
Corrupção: vice toma posse após prefeito ser cassado pela Câmara de Bandeirantes
Com cachorro no colo, Bolsonaro sanciona pena maior para maus-tratos a animais
Geral
Com cachorro no colo, Bolsonaro sanciona pena maior para maus-tratos a animais