Menu
domingo, 27 de setembro de 2020
Cidade Morena

Carnaval é festa para todos e crianças cadeirantes vão ter matinê especial na Valu

Sara adora festa e a mãe sempre busca opções de lazer para arrancar um sorriso da filha

01 março 2019 - 17h00Por Dany Nascimento

Levar os filhos para se divertir: essa é a meta de um grupo de mães de crianças deficientes que tiveram a ideia de levar os pequenos para cair na folia, no Carnaval de Campo Grande. Mãe da cadeirante Sara Silva, 10 anos, Kelly Francisco, 34 anos, explica que estava conversando com outras mães, quando a ideia surgiu.

“Estávamos conversando quando falamos de participar da matinê do Cordão Valu. De início ficamos um pouco preocupadas se daria certo ou não, porque nunca levamos eles para o Carnaval. Eu falei que ia tentar entrar em contato com o cordão através das redes sociais”, explica Kelly.

O contato através do Facebook surpreendeu e deixou Kelly ainda mais motivada com a ideia. “A Silvana que me respondeu nas redes, ela ficou super feliz com a ideia, adorou tudo que expliquei e abraçou tudo que queríamos. Ela conseguiu até banheiros adaptados para as crianças deficientes, fiquei ainda mais animada, vendo que ela gostou da ideia”.

A mãe destaca que agendou para o dia 2 de março. “Vamos apenas um dia, à principio, mas se nossos filhos gostarem muito, quem sabe não combinamos para ir outros dias também? Tudo vai depender deles. Queremos sempre dar opções de lazer para nossos filhos, aqui na cidade falta muito isso, então temos que aproveitar quando alguém abraça a ideia como a Silvana do Cordão Valu fez”.

Leia Também

Brasil registra 869 novas mortes nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 869 novas mortes nas últimas 24 horas
Primeiro castramóvel chega em janeiro e vai atender bairros mais vulneráveis em Campo Grande
Cidade Morena
Primeiro castramóvel chega em janeiro e vai atender bairros mais vulneráveis em Campo Grande
Em dois anos, MS ganha 54 mil eleitores e mulheres definem eleição
Cidade Morena
Em dois anos, MS ganha 54 mil eleitores e mulheres definem eleição
Bebê com atrofia muscular morre após campanha para importar remédio de cerca de R$ 11 milhões
Geral
Bebê com atrofia muscular morre após campanha para importar remédio de cerca de R$ 11 milhões