Menu
Busca domingo, 17 de novembro de 2019
Cidade Morena

Cão policial precisa de cirurgia e Derf faz campanha para pagar despesas

Vitor está com um tumor, ele é um cão amoroso e convive entre os investigadores

08 novembro 2019 - 10h36Por Rayani Santa Cruz e Nathalia Pelzl

O rottweiler Victor tem 12 anos e quase 100% de sua vida foi, até agora, de convivência nos corredores da  Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos). Nos últimos meses, a carreira de cão policial parou devido ao tratamento que vem passando contra um tumor na coluna.

A Delegacia organiza campanha para arcar com custas da clínica. A dívida na clínica particular que está em R$ 4 mil, tende a aumentar porque Vitor precisa de uma cirurgia.

O delegado titular da DERF, Reginaldo Salomão, explica que Victor chegou à unidade praticamente filhote, trazido pelo ex-titular da delegacia Roberval Maurício Cardoso. 

“Vitor foi aprendendo a ser um cão policial auxiliando na escolta de presos. Pelos corredores trabalhava como um guardião das salas dos investigadores e escrivães sempre de olho em quem não era da delegacia se aproximando. Ele sempre se impunha na frente impedindo aproximação sem ter autorização de alguém da delegacia, mas nunca atacou ninguém”, comentou.

O cão está de alta da clínica veterinária e está na DERF. Ele não anda mais e aguarda o resultado da biopsia. Até agora a informação repassada pelo profissional que o trata é de que pode ser um câncer alojado na coluna, mas de qualquer forma será necessária uma cirurgia.

Vamos ajudar o Vitor

Os policiais estão em campanha para quitar o saldo devedor  e bancar os custos que virão. Quem puder ajudar basta entrar em contato com a delegacia pelo telefone: 3368-6601.

“A gente fica de coração partido ao vê-lo assim. Temos amor ao pet, mas também o temos na condição de amigo e da nossa família DERF”, disse o delegado.