Menu
domingo, 24 de janeiro de 2021
Covid 18/01 a 24/01
Cidade Morena

Capital espera aprovação de vacina contra a covid-19 para avaliar se aplicação será obrigatória

Se uma vacina for aprovada, Ministério da Saúde deve fazer a distribuição aos estados e municípios

29 novembro 2020 - 11h30Por Rayani Santa Cruz

Campo Grande ainda não tem decisão formada se a vacina contra a Covid-19 será obrigatória ou não, nem sobre o público para qual será destinada. Diversas vacinas passam por testes e o ministério da saúde já anunciou que, para a aquisição do medicamento, deverá ter comprovação de eficácia e segurança do produto.

“Ainda não há nenhuma definição de como será feita a distribuição e eventual aplicação das vacinas em Campo Grande, assim que as mesmas estiverem disponíveis”, disse a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau).

A legislação atual permite que municípios e estados sejam autônomos para lidar com a pandemia e, em Mato Grosso do Sul, a Secretaria Estadual de Saúde já afirmou que irá aguardar a compra e distribuição das vacinas pelo ministério. 

Ao mesmo tempo, a Sesau, junto à Prefeitura da Capital, anunciou novas decisões frente a segunda onde do novo coronavírus.

“Além das medidas já adotadas de prevenção em decretos vigentes, como a obrigatoriedade do uso da máscara e ocupação máxima de 70% em restaurantes, bares e supermercados, a Prefeitura de Campo Grande determinou, na quarta-feira (25), a retomada do toque de recolher, de 00h às 05h. Cabe destacar que, neste momento, onde há aumento expressivo no número de casos, mais do que nunca se faz necessário a conscientização e colaboração da população”.

Enquanto a vacina não chega, a Sesau reforçou ser extremamente importante que todos reforcem as medidas de segurança, como higienização adequada das mãos com água e sabão ou uso de solução alcoólica 70% ou em gel, além do uso da máscara e distanciamento social.