Menu
sexta, 30 de julho de 2021
Cidade Morena

Causa animal terá reconhecimento histórico com criação de diretoria do bem-estar animal

A criação da coordenadoria é uma solicitação dos vereadores Francisco Veterinário e Ademir Santana

20 fevereiro 2019 - 13h00Por PMCG

A Prefeitura Municipal de Campo Grande está prestes a dar mais um passo importante em reconhecimento à luta da causa animal, por meio da criação de uma diretoria que terá papel preponderante na elaboração e execução de políticas públicas voltadas para o cuidado dos animais e à prevenção de agravos à saúde pública e de maus tratos.

A diretoria do Bem-Estar Animal será instituída dentro da Coordenadoria de Controle de Zoonozes e Bem-Estar Animal vinculada à Superintendência de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) e atuará de maneira conjunta e complementar ao Centro de Controle de Zoonozes (CCZ).

A criação da coordenadoria é uma solicitação dos vereadores Francisco Veterinário e Ademir Santana, que estiveram reunidos nesta manhã (20) com o prefeito Marquinhos Trad e atende uma reivindicação antiga de protetores independentes e Organizações Não Governamentais (ONGs) que militam na causa animal há décadas em Campo Grande, e faz parte do planejamento da atual gestão municipal, que foi deliberado e vem sendo implementado em reconhecimento à causa animal. O primeiro passo foi à instituição do Conselho Municipal de Bem-Estar Animal (COMBEA), em agosto de 2017.

O conselho tem por função e competência buscar as condições necessárias à defesa, proteção, bem-estar, preservação da vida, assim como dos direitos dos animais domésticos, através da implementação e execução de políticas públicas e deve atuar de forma auxiliar à diretoria.

A superintende de Vigilância em Saúde da Sesau, Veruska Lahdo, explica que a criação da Diretoria de Bem-Estar Animal foi definida em reunião entre representantes do Combea e da Sesau e deve, por sua vez, ser um divisor de águas no processo de fortalecimento e implementação das políticas voltadas à causa animal uma vez a ela estarão subordinadas às discussões quanto a implementação de projetos importantes, como a criação de um programa itinerante de castração (castramóvel) e a implementação de um centro de atendimento veterinário para pequenos animais (UPA-VET).

A implementação da diretoria, bem como a instituição do organograma e regimento interno estão em fase de elaboração e finalizados serão divulgados no Diário Oficial do Município (Diogrande).

As ações da diretoria serão custeadas exclusivamente com recursos do Tesouro Municipal (Fonte 1), uma vez que o Ministério da Saúde não prevê aporte financeiro para este fim.

Leia Também

Vamos ajudar? Ração de ONG para cães e gatos acaba em Campo Grande
Cidade Morena
Vamos ajudar? Ração de ONG para cães e gatos acaba em Campo Grande
Terapia promissora salva menina Ahinara de câncer no cérebro
Geral
Terapia promissora salva menina Ahinara de câncer no cérebro
Joice Hasselmann contrata 'advogado do PT' no caso das agressões misteriosas
Geral
Joice Hasselmann contrata 'advogado do PT' no caso das agressões misteriosas
MS deve receber mais de 80 mil doses após encaminhamento do Ministério da Saúde
CORONAVÍRUS
MS deve receber mais de 80 mil doses após encaminhamento do Ministério da Saúde