TCE Julho  17 a 19/07 e 22 a 25/07
(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

CCZ promove feira da adoção neste sábado

Para adotar um animalzinho, o interessado deve comparecer ao CCZ munido de um documento pessoal com foto e ser maior de 18 anos

20 ABR 2019
Luis Abraham
09h20min
Foto: Wesley Ortiz

O Centro de Controle de Zoonozes de Campo Grande realiza neste sábado (20), mais uma feira de adoção. Diversos animais amaparados pelo local estão sendo colocados à disposição para encontrarem um novo lar.

Para adotar um animalzinho, o interessado deve comparecer ao CCZ munido de um documento pessoal com foto e ser maior de 18 anos. O Centro está localizado na Rua Senador Filinto Muller, 1601, Vila Ipiranga e o atendimento ocorre entre às 9h e segue até às 16h.

Duas 'cidades' abandonadas

Dados de 2014 da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que existem cerca de 30 milhões de animais em situação de abandono no Brasil. Para se ter uma ideia, a cidade de São Paulo possui cerca de 12 milhões de habitantes.

(Foto: Divulgação/PMCG)

Cuidados para quem vai adotar

O primeiro passo para adotar um animalzinho é buscar uma organização de proteção. Os abrigos têm centenas de animais disponíveis e ansiosos por um novo lar, lá recebem os primeiros cuidados para então poderem ser adotados. Preparar a casa para receber seu novo amigo é importante, isso evita acidentes e garante o bem-estar do animal.

Animais são curiosos e desbravarão o novo lar, podendo resultar na ingestão acidental de produtos de limpeza ou mesmo de plantas tóxicas. Deve se observar também se o porte do 'pet' é compatível com a casa nova, grandes animais precisam de grandes espaços para gastar a energia por exemplo. E por fim, levar o seu o companheiro ao veterinário regularmente para que a relação entre dono e animal seja a mais profícua e duradoura possível.

(Foto: Wesley Ortiz)

O que diz a lei

Abandonar animais é considerado crime de maus-tratos. De acordo com o artigo 32 da Lei 9.605 (Lei de Crimes Ambientais) a pena para quem deixa o bichinho nesse tipo de situação é de detenção, de três meses a um ano e multa.

Veja também