Menu
terça, 27 de julho de 2021
SEGOV - MICROCREDITO 27 A 29/07
Cidade Morena

Salário não subiu nem R$ 50, mas consumidora vê preço das contas de água e energia duplicar em MS

Aumento está sendo justificado devido a reforma tarifária e questões climáticas; salário mínimo aumentou R$ 44

24 janeiro 2019 - 15h00Por Nathalia Pelzl

O valor das contas de energia e água está assustando os moradores de Campo Grande, isso devido ao aumento considerado ‘abusivo’ e ‘sem explicações’ por muitos. Uma moradora da região do Itanhngá Park enviou as suas contas deste mês e do mesmo período do ano anterior para mostrar que o valor duplicou e triplicou mesmo mantendo os mesmos hábitos. Já o salário mínimo teve aumento de apenas R$ 44. 

“Estou pensando em ir ao Procon, procurar um advogado para reaver esse valor. A Águas Guarirobas entrou em contato  comigo, refez a medição do gasto e diz que está correto, mas não tem como. Somos em 4 pessoas na casa, economizamos de todas as formas, tomamos banho rápido, lavo roupa apenas uma vez na semana. Esse valor mudou após trocarem o medidor”, comenta.

Ela faz uma comparação com o mesmo período do ano passado. Nas fotos enviadas é possível ver que, em janeiro de 2018, a moradora pagou o valor R$ 133,83, e, neste ano, recebeu o valor de R$ 417,08. “Isso mantendo praticamente o mesmo consumo”, ressalta.

No entanto, não é apenas essa conta que a preocupa. Segundo ela, a energia também teve uma alteração significativa. Em 2018, nesta época pagou R$ 303,24 e agora no mesmo período, R$ 503,83.

“Meu marido foi até a agência da Águas, até a atendente disse que é normal, que aqui é caro mesmo. Eu morava no interior de São Paulo, lá era super barato, fora o IPTU, lá eu pagava R$ 300 e aqui pago quase R$3 mil. Comparei minha conta com uma amiga de lá, ela gastou de água 49 metros cúbicos de água e vai pagar R$ 282, eu gastei 36 metros cúbicos de água e vou pagar R$ 417, olha a diferença”, reforça.

A assessoria de imprensa da Águas Guariroba destaca que "a partir de 19/01 passou a valer a nova estrutura tarifária, sem a cobrança da Tarifa Mínima de 10m³. Os detalhes da tarifa em vigor estão disponíveis no site da Águas Guariroba: http://www.aguasguariroba.com.br/tarifa-atual/".

A concessionária ainda informa todos os canais para resolver o problema. "Temos diversos canais de comunicação. No Facebook a empresa mantém uma página (Águas Guariroba), onde o Messenger é aberto a interações com os clientes". 

Já a Energisa justificou, em nota, que as altas temperaturas registradas em Mato Grosso do Sul, principalmente no último mês de dezembro, causaram elevação do consumo de energia dos clientes, já que essa alteração que está sendo percebida nas contas de luz do mês de janeiro é referente ao período de dezembro. Além do fato citado anteriormente, o recesso escolar naturalmente já provoca aumento de consumo quando se refere a instalações residenciais.

Leia Também

Joice Hasselmann insiste em 'atentado' e diz que não terá mesmo destino de PC Farias
Geral
Joice Hasselmann insiste em 'atentado' e diz que não terá mesmo destino de PC Farias
Servidores são impedidos de almoçar e até ficar dentro de Emei de Campo Grande
Cidades
Servidores são impedidos de almoçar e até ficar dentro de Emei de Campo Grande
CPF cancelado: garçom reage a assalto e suspeito morre com um tiro no RJ
Geral
CPF cancelado: garçom reage a assalto e suspeito morre com um tiro no RJ
Oficial: Ciro Nogueira aceita convite de presidente para chefiar Casa Civil
Política
Oficial: Ciro Nogueira aceita convite de presidente para chefiar Casa Civil