Menu
quinta, 03 de dezembro de 2020
Cidade Morena

De geração em geração, criançada se diverte no Carnaval incentivada pelos pais

Pequenos aproveitam desde a fantasia às bolhas de sabão e brincadeiras com pinturas faciais

05 março 2019 - 15h15Por Nathalia Pelzl

Curtindo a festa de Carnaval desde a infância, só que na cidade do Rio de Janeiro, a professora Ana Dulce, de 37 anos, agora aproveita a folia em Campo Grande. Ela conta que é o primeiro ano na Cidade Morena, e apesar de ser bem diferente da festança carioca, ela se diz satisfeita e que conseguiu aproveitar com a família.

"No Rio tem muito mais bloco, não dá nem pra se locomover. Lá também tem muito bloco para criança. Esse é o primeiro ano com meu filho Mathias, eu acho muito importante à participação das crianças, e da família, é legal", relatou ela que estava acompanhada de seu marido, sua sogra, e sua filha Helena, de 4 anos.

(Foto: Wesley Ortiz)

Está por sinal aproveitou a folia como ninguém. Tentei iniciar um diálogo, no entanto, acabei perdendo para espuma que fez a alegria da menina, que se divertiu com a música que tocava no local. Já Mathias, ainda no colo, parecia não entender muito do que estava acontecendo. 

Helena brincando com a espuma (Foto: Wesley Ortiz)

Silmara do Prado, de 37 anos, também aproveitou para curtir com a família, ela veio visitar a irmã e celebrar o segundo Carnaval na Cidade. Questionada sobre a participação de crianças no evento, ela que estava com suas duas filhas, Heloisa e Melissa, de 5 e 3 anos, ressaltou que é de extrema importância que a criança esteja em família e aproveitando a festa. 

Heloisa e Melissa (Foto: Wesley Ortiz)

"Uma festa cheia de alegria, as crianças precisam disto, momento família. Elas estão fantasiadas, já gostam da data", diz, reforçando que o gosto das meninas pode ter sido influenciado pela família. 

Já a secretária Tatiane de Jesus, 36 anos, contou que foi a primeira vez que ela veio e trouxe sua filha para participar da festividade.

“Minha primeira vez esse ano, vim com meu marido e minha filha. Gostei, foi muito bom, clima bem família. Com certeza vou vir outras vezes”, finalizou.

(Foto: Wesley Ortiz)

Leia Também

Omertà: Pantanal Cap aposta em decisão favorável da Justiça antes de devolver dinheiro de cartelas
Cidade Morena
Omertà: Pantanal Cap aposta em decisão favorável da Justiça antes de devolver dinheiro de cartelas
Motorista de app adota cadela ao saber que ela seria sacrificada no RJ
Geral
Motorista de app adota cadela ao saber que ela seria sacrificada no RJ
Preso por ataque a banco em Criciúma já tentou soltar Marcola da cadeia
Geral
Preso por ataque a banco em Criciúma já tentou soltar Marcola da cadeia
Mais rigor: MPE quer lei seca e toque de recolher mais amplo em Campo Grande
Cidade Morena
Mais rigor: MPE quer lei seca e toque de recolher mais amplo em Campo Grande