Menu
quarta, 24 de fevereiro de 2021
Cidade Morena

De móveis velhos a lixo, rua próxima a shopping vira 'ponto de descarte' no Nova Lima

Lixos podem trazer animais peçonhentos e o acúmulo de objetos com água propicia a aparição do mosquito da dengue

21 fevereiro 2021 - 11h30Por Vinicius Costa

Descartar um móvel velho ou jogar lixo nas vias é visto com frequência nas ruas de Campo Grande. O problema é pior quando uma rua vira basicamente um ponto de descarte, o que aconteceu na Celina Baís Martins, no Nova Lima

O montante de lixo vem se acumulando no endereço próximo ao Shopping Bosque dos Ipês. A questão vem causando desconforto dos moradores da região, que reclamaram sobre os lixos e móveis velhos jogados em parte do terreno.

O perigo é a aparição de insetos e bichos peçonhentos. O acúmulo de objetos que podem guardar água, ainda mais no período de chuva, pode causar infestação do mosquito da dengue.

Notificação e multa

Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Campo Grande explicou que rotineiramente realiza vistorias nos bairros da cidade e que, caso exista a identificação do imóvel sujo, o proprietário será notificado para que seja feito a limpeza.

"Após a notificação, o proprietário tem o prazo de 15 dias úteis para o cumprimento da mesma. Transcorrido o prazo, o agente fiscal da Semadur retorna ao local para vistoria, caso não tenha sido cumprida a notificação, o proprietário então é multado".

Em caso de descumprimento das notificações, o proprietário pode receber uma multa que varia de R$ 2.478,50 e 9.914,00. A prefeitura reforça que as denúncias devem ser feitos por meio do telefone 156.