(67) 99826-0686
ALMS 13/06 a 12/07

Durante temporal, chuva abre cratera de 6 metros em asfalto no Nova Lima

Em fevereiro, asfalto desmanchou na região

23 OUT 2016
Diana Christie e Amanda Amaral
16h48min
Foto: André de Abreu

Parte do asfalto cedeu, gerando uma grande cratera durante o auge da chuva, neste domingo (23), na Rua Santo Inácio de Loiola, cruzamento com a Rua Jerônimo de Albuquerque, no bairro Nova Lima, em Campo Grande. O buraco tem seis metros de largura estimados e cerca de dois metros de profundidade.

O Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil e a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) foram acionados e interditaram o local, que reuniu diversos curiosos. Segundo as pessoas que presenciaram o acidente, a cratera foi aberta em menos de cinco minutos.

Laurilene Mudo, 47 anos, mora em frente ao cruzamento e diz que já faz bastante tempo que o asfalto é precário na região. “Basta olhar e perceber que a rua é cheia de buracos. No começo do ano, fizemos protestos com pneus, aí o [prefeito Alcides] Bernal veio aqui e eles jogaram piche, asfalto mesmo não tem. Em fevereiro teve uma chuva forte que estragou tudo. Não dá nem para entrar direito com o carro na garagem”, desabafa.

Casal vivenciou outros desastres no local - Foto: André de Abreu

O coordenador municipal de proteção e contenção da Defesa Civil, Walmir Barbosa Lima, afirma que o incidente foi causado, aparentemente, por um cano de PVC que rompeu dentro da caixa de junção do esgoto.

Por enquanto, ele ainda não pode dar mais detalhes sobre as causas do desabamento, mas ressalta que a obra é de responsabilidade da empresa Águas Guariroba, que já foi acionada para resolver a situação. Segundo Walmir, a água que escoava por baixo do asfalto saiu de bocas de lobo na superfície da rua.

Walmir explica ocorrência - Foto: André de Abreu

Histórico

A região é sempre bastante afetada pelas chuvas. Em fevereiro, a chuva forte  desmanchou o asfalto na avenida Marquês de Herval, esquina com Jerônimo de Albuquerque. Nas proximidades, vários veículos rodaram nas pistas e um chegou a bater em um dos ônibus que estava parado na pista na avenida Cônsul Assaf Trad, próximo do terminal Nova Bahia, no bairro Coronel Antonino. 

Morador aproveitou para pescar no buraco - Foto: André de Abreu

Hoje (23), a tempestade veio acompanhada de vento forte vindo da região Sudoeste, entre 35 e 50 quilômetros por hora, além de muitos raios, característicos desta época do ano, conforme a Defesa Civil.

Veja também