Menu
terça, 01 de dezembro de 2020
Cidade Morena

Educação Especial e habitação foram destaque em horário eleitoral noturno nesta sexta

Também houve citação de semáforos e saúde

23 outubro 2020 - 19h44Por Thiago de Souza

No programa eleitoral exibido na TV na noite desta sexta-feira (23), das 19h30 às 19h40, candidatos a prefeito de Campo Grande questionaram sistema de semáforos na cidade, mostraram realizações na Habitação e um deles prometeu não usufruir dos privilégios da política. 

Paulo Matos, do PSC, gravou programa na comunidade do Mandela e falou que, como presidente da Agência de Habitação, transformou a Capital na primeira sem favelas do Brasil e que, com o programa de habitação para moradias populares, o status vai voltar a Campo Grande.

Guto Scarpanti, do Novo, falou que vai revisar impostos, enxugar máquina pública e que não vai se candidatar à reeleição. Garantiu que não vai usufruir dos privilégios do cargo.

O candidato Dagoberto Nogueira, do PDT, disse que vai desafogar o SUS e que, como deputado, foi o que mais trouxe recursos. Também prometeu implantar um hospital municipal para tratar crianças e idosos. 
Marcio Fernandes, do MDB, falou sobre a educação da cidade e que vai prestar atendimento especializado às crianças. Ele classificou como descaso a situação dos professores de apoio pedagógicos especializados, que foram reduzidos pela metade. 

Marcelo Miglioli, do Solidariedade, disse que a prefeitura gasta R$ 2 milhões por dia com “maquiagem” no centro e os bairros estão abandonados. Para ele, tem que diminuir gastos e fazer planejamento. 

Delegada Sidneia Tobias, do Podemos, disse que 24 mil empresas fecharam as portas em Campo Grande e a cidade está com 70 mil desempregados. Ela disse que é preciso investir com responsabilidade em vez de ficar fazendo obra de fachada. 

Cris Duarte, do Psol, disse que vai ampliar equipes de saúde da família e que vai construir hospital municipal.

João Henrique, do PL, disse que sempre foi defensor dos motoristas de app e vai continuar defendendo a categoria sem pagamento de taxas para a prefeitura. Ele também estendeu a proposta aos motoristas de táxi. 

Pedro Kemp, do PT, relembrou sua atuação como professor na Educação Especial e que, nos últimos tempos, os professores especializados foram demitidos. Kemp prometeu recontratar esses profissionais, investir na educação inclusiva nas escolas e garantir assistência às famílias mais pobres. 

O candidato Vinicius Siqueira (PSL) falou que vai comprar equipamentos mais modernos para reduzir acidentes e redução de possibilidade de os motoristas serem multados. Ele afirmou que existem semáforos duplicados no centro que deveriam ser instalados em cruzamentos perigosos em bairros.

Marquinhos Trad, do PSD, disse ele e a vice, Adriane Lopes, assumiram compromisso de cuidar das pessoas. Disse que já entregou 1.250 apartamentos na cidade e estão sendo construídos mais 2.500 apartamentos. Além disso está com projeto de mais seis mil unidades. 

Sergio Harfouche, do Avante, disse que as palavras são mais do que promessas de campanha e fez registros em cartórios. 

O candidato Marcelo Bluma, do PV, disse que vai implantar um centro de convenções municipal na antiga rodoviária. 

Esacheu Nascimento (PP) falou que vai criar patrulhas da guarda municipal para trazer mais segurança, o mesmo exibido na noite desta quinta-feira. Ele destacou que viver em uma cidade segura é uma obrigação. 

O programa eleitoral da TV será das 12h às 12h10 e das 19h30 às 19h40 (horário MS) até 12 de novembro. 

Leia Também

Fatal: óbitos por covid-19 no Brasil chegam a 173 mil
Geral
Fatal: óbitos por covid-19 no Brasil chegam a 173 mil
Jovem que fraturou coluna ao cair de moto aguarda cirurgia na Santa Casa
Interior
Jovem que fraturou coluna ao cair de moto aguarda cirurgia na Santa Casa
Rússia começa a vacinar população contra a covid-19
Geral
Rússia começa a vacinar população contra a covid-19
Marquinhos Trad anuncia 13º salário para 16 de dezembro
Cidade Morena
Marquinhos Trad anuncia 13º salário para 16 de dezembro