Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Cidade Morena

Em 2019, 367 acidentes com animais peçonhentos foram registrados

Tempo quente e úmido contribui para o surgimento destes animais

21 fevereiro 2019 - 14h17Por Nathalia Pelzl

O Centro Integrado de Vigilância Toxicológica (Civitox) já registrou mais de 367 casos de acidentes com animais peçonhentos, só com escorpiões foram registrados 186 casos, 56 casos com abelhas, 44 com cobras e 25 com aranhas em menos de dois meses.

Em 2018, 3.554 casos foram registrados, deste número  2.145 registros com escorpiões e 512 com cobras.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) reforça que nos meses mais quentes e chuvosos, de setembro a março, existe um aumento nos casos, e alerta para os cuidados.

Entre as recomendações, não colocar as mãos em madeiras, ocos de árvores, sempre vistoriar roupas, calçados, toalhas de banho e de rosto, roupas de cama, panos de chão e tapetes, antes de usá-los, bater os forros de cama, colocar uma barreira de proteção na parte inferior das portas, manter a residência sempre livre de insetos e roedores e as lixeiras sempre tampadas e com sacos plásticos.

Caso ocorra algum acidente envolvendo esses animais é preciso que o atendimento seja realizado em uma unidade de saúde.

(Com informações PortaldoMS)

Leia Também

Moradora ouve tiros e diz ter apanhado de sargento no Nova Campo Grande
Polícia
Moradora ouve tiros e diz ter apanhado de sargento no Nova Campo Grande
Domingo promete ser agitado por lives; escolha sua preferida
Geral
Domingo promete ser agitado por lives; escolha sua preferida
Criança de seis anos é estuprada pelo primo em Dourados; segundo crime de estupro do adolescente
Interior
Criança de seis anos é estuprada pelo primo em Dourados; segundo crime de estupro do adolescente
Sem provas, ministro do Meio Ambiente diz que culpa de queimadas é de MS
Cidades
Sem provas, ministro do Meio Ambiente diz que culpa de queimadas é de MS