Menu
domingo, 27 de setembro de 2020
Cidade Morena

Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande

Empresa disse que pedido foi inadequado e vai verificar o caso

13 agosto 2020 - 20h00Por Thiago de Souza
Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande

Cliente da Energisa, que está em isolamento social e, portanto, impedido de ir à agência negociar débitos, denuncia abuso por parte da concessionária. Ele foi informado que, para não correr risco de corte, precisa ir à agência ou então apresentar atestado médico. Empresa destacou que o pedido foi inadequado e vai apurar os fatos.

Segundo a conversa no serviço de atendimento ao cliente via WhatsAPP, o morador disse que queria parcelar débitos. A atendente disse que já constava pedido de parcelamento e que para fazer uma renegociação das dívidas, era preciso que ele fosse pessoalmente até uma das unidades da empresa. 

Cliente ficou indignado com atendimento da Energisa. (Foto: Reprodução WhatsApp)

O consumidor destacou que está com sintomas da covid e que seria um risco ir até uma central da empresa. Neste caso, a atendente foi taxativa: ‘’É preciso atestado médico’’. O homem chegou até a cogitar ir até a Energisa e advertiu que a responsabilidade dele contaminar outras pessoas seria da empresa. Ele garantiu que não tem atestado, já que ainda aguarda resultados dos exames para detectar a doença.

Novamente lhe foi cobrado o atestado médico ou ir à loja. 

Indignado, o cliente desabafou e disse que, em vez da empresa facilitar as coisas para o consumidor, acaba por complicar a situação. 

Resposta

A Energisa esclareceu que, antes da reabertura das agências, o serviço de reparcelamento, que foi o pedido pelo cliente, também era feito por WhatsApp. No entanto, após a reabertura, esse tipo de serviço ficou exclusivo no atendimento presencial. 

A respeito da solicitação de atestado médico, a concessionária informa que a resposta da atendente foge aos padrões de relacionamento com nossos clientes e que haverá um reforço internamente sobre tais orientações. Neste caso, em específico, a área comercial irá entrar em contato para solucionar a necessidade do cliente.

Leia a nota da Energisa na íntegra

Nota | Energisa

A Energisa esclarece que antes da reabertura das agências, o serviço de reparcelamento também era realizado pelo Whatsapp, mas desde que o atendimento presencial foi retomado, a renegociação passou a ser no local. 

Para todas as demais solicitações e negociações com a Energisa, orientamos que o cliente entre em contato preferencialmente com a distribuidora pelos canais de atendimento: Whatsapp Gisa 99980-0698, website energisa.com.br, aplicativo Energisa ON ou pelo Call Center 0800 722 7272.

A respeito da solicitação de atestado médico, a concessionária informa que a resposta da atendente foge aos padrões de relacionamento com nossos clientes e que haverá um reforço internamente sobre tais orientações. Neste caso, em específico, a área comercial irá entrar em contato para solucionar a necessidade do cliente.

Leia Também

Homem é executado ao dançar com irmã em bar
Polícia
Homem é executado ao dançar com irmã em bar
Homem é esfaqueado por 'Cheirinho' e fica em estado grave
Polícia
Homem é esfaqueado por 'Cheirinho' e fica em estado grave
Laboratórios começam a definir preço de vacinas da covid-19
CORONAVÍRUS
Laboratórios começam a definir preço de vacinas da covid-19
Militar do Exército desrespeita toque de recolher e acaba na delegacia
Polícia
Militar do Exército desrespeita toque de recolher e acaba na delegacia