Menu
sábado, 24 de outubro de 2020
Cidade Morena

Enquete: campo-grandense prefere Lei Seca a blitzes para evitar aglomeração

A maioria prefere ficar sem a ‘cervejinha’ para diminuir aglomerações

10 agosto 2020 - 10h15Por Rayani Santa Cruz

Em Campo Grande, a maioria dos leitores quer a aplicação da Lei Seca para diminuir aglomerações e, consequentemente, o contágio pelo novo coronavírus. 

Em enquete, o TopMídiaNews perguntou se o campo-grandense preferia blitz ou Lei Seca nos fins de semana, e dos 588 votos, o percentual de 61,05% preferiu a Lei Seca. Apenas 38,95% optou pelas blitzes aos finais de semana.

A Lei Seca foi pedida em dois ofícios do Ministério Público Federal à Prefeitura de Campo Grande. No documento, a 32ª Promotoria de Justiça da Cidadania e Saúde, que tem como titular a Promotora de Justiça Filomena Aparecida Depolito Fluminhan, pede a adoção da proibição de venda de bebidas alcoólicas nos bares, restaurantes e similares nos próximos 15 dias.

Conforme o MPE, a Lei Seca, se adotada, vai proibir a presença de pessoas em quaisquer estabelecimentos para o consumo de bebidas alcoólicas mesmo antes do toque de recolher.

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande também se posicionou a favor da medida, e no momento a Prefeitura estuda sobre a aplicação ou não da ação. 

Leia Também

Em A Fazenda, Mariano quer processar Luiza Ambiel: 'vai estalar no lombo'
Geral
Em A Fazenda, Mariano quer processar Luiza Ambiel: 'vai estalar no lombo'
Motorista tomba caminhão com boiada e fica ferido em Batayporã
Interior
Motorista tomba caminhão com boiada e fica ferido em Batayporã
Educação Especial e habitação foram destaque em horário eleitoral noturno nesta sexta
Cidade Morena
Educação Especial e habitação foram destaque em horário eleitoral noturno nesta sexta
Motorista que matou motociclista em acidente é procurado pela polícia em Camapuã
Interior
Motorista que matou motociclista em acidente é procurado pela polícia em Camapuã