Menu
Busca terça, 04 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Cidade Morena

Equipes da prefeitura continuam trabalho do Reviva no Centro neste domingo

Obra na 14 de Julho foi planejada com o conceito de devolver a rua aos pedestres; Confira cronograma

21 julho 2019 - 13h07Por Redação/PMCG
Equipes da prefeitura continuam trabalho do Reviva no Centro neste domingo

Na manhã deste domingo (21), oito equipes da Energisa, em um total de 25 trabalhadores, fazem a inversão da fonte de energia nas obras do Reviva Campo Grande, no Centro. Eles estão retirando o ponto de conexão, hoje ligado pela 14 de julho, para que seja alimentado pela Rua 13 de Maio. Para isso, são instalados postes capazes de suportar as chamadas “ancoragens”.

Na prática, saem os postes de 10 metros de altura por 400 quilogramas/força, para entrada de postes de 12 metros de altura por 1500 quilogramas/força, suficientes para suportarem a tração necessária. Após a troca, a Engepar, responsável pela obra, faz todo o cabeamento, para que a Energisa finalize de construção da rede subterrânea, retirando então os fios hoje existentes.

A obra na 14 de Julho foi planejada com o conceito de devolver a rua aos pedestres, tirando da 14 o status de via de passagem. A proposta é fazer com que o cidadão tenha prazer em realizar suas compras, podendo andar com tranquilidade, sem concorrer com os carros. Para isso, estão sendo instaladas ilhas de descanso, com lugar para sentar, lixeiras especiais, todo um mobiliário direcionado ao bem-estar. É o centro da cidade sendo pensado para as pessoas, para o convívio.

Dentre as inovações previstas no projeto, está a instalação de rede de wi-fi em toda a via e câmeras de segurança em cada quadra. “Temos a concepção de um projeto que leva para a área central a proposta de um shopping a céu aberto, com toda a confortabilidade que o cidadão merece e busca quando vai fazer compras. Vamos devolver ao centro o status de coração comercial da cidade, e desta vez, um coração requalificado”, explica a coordenadora do Reviva Campo Grande, Catiana Sabadin.

Para se ter uma ideia da complexidade da obra, as profundas escavações mexeram em estruturas antigas, de mais de 60 anos. E tudo foi trocado. A rede de esgoto foi o primeiro serviço a ser concluído, seguido da drenagem. O revestimento novo das calçadas, a rede elétrica e de telecomunicações, abastecimento de água, além da infraestrutura para Agetran, segurança e TI. Quando a obra for finalizada, com previsão para novembro deste ano, não se verá mais os fios nos postes, que prejudicam a imagem da cidade.

Outro fato importante na obra de requalificação da Rua 14 de Julho é o cuidado com a arborização urbana. Serão mais de 180 árvores, todas com cerca de cinco metros de altura, espaçadas, coloridas e alegres. Com isso, a temperatura ficará mais amena, complementando todo o conforto planejado para os pedestres.

 

Leia Também

BURACO ERRADO: homem descobre traição em festinha de casais, quebra motel e agride PM em Dourados
Interior
BURACO ERRADO: homem descobre traição em festinha de casais, quebra motel e agride PM em Dourados
Gordinha tieta goleiro Bruno e leitor faz piada: 'precisa de dez cachorros para devorá-la'
Geral
Gordinha tieta goleiro Bruno e leitor faz piada: 'precisa de dez cachorros para devorá-la'
CRIME E CASTIGO: depois de assassinar esposa a facadas, homem bate o carro e morre ao fugir
Geral
CRIME E CASTIGO: depois de assassinar esposa a facadas, homem bate o carro e morre ao fugir
Depois de seis dias 'na lona', Delcídio tem alta da 'covidengue' em Campo Grande
Cidade Morena
Depois de seis dias 'na lona', Delcídio tem alta da 'covidengue' em Campo Grande