Menu
terça, 24 de novembro de 2020
Cidade Morena

Escolas do município se preparam com protocolos de biossegurança para atender alunos em 2021

Retorno presencial está previsto para o dia 8 de fevereiro no município

20 novembro 2020 - 13h34Por Nathalia Pelzl

Após quase um ano de aulas online devido à covid-19, as escolas da Rede Municipal de Ensino (REME) estão em processo de adaptação para o início do ano letivo 2021, previsto para começar no dia 8 de fevereiro.

Conforme assessoria, parte das medidas do plano de biossegurança, o qual está em fase de elaboração por conta da pandemia causada pela covid-19, é a instalação de pias na entrada de algumas unidades, para a higienização das mãos.

Além disso, as escolas, que estiveram liberadas para votação no dia 15 de novembro, passam por desinfecção. 

O serviço é feito por equipes da SEMED com uso de seis máquinas e materiais cedidos pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos/SISEP. 

Nesta sexta-feira (20) passaram por desinfecção as escolas municipais Danda Nunes (Vivenda do Bosque), Vanderlei Rosa de Oliveira (Novos Estados) e Consulesa Margarida Maksoud Trad (Estrela Dalva).

Além disso, as escolas já iniciaram a instalação de dispenser de álcool em gel e dispenser de sabão em diversos locais das unidades.

Na Escola Municipal de Educação Infantil/EMEI Piratininga, algumas adaptações físicas já tiveram início. “Estamos criando áreas externas com calçadas, construindo lavatório de mãos na entrada da escola e trocando janelas basculantes por janelas de abrir, para melhorar a ventilação”, comentou a diretora Ana Cristina Dorsa.

BIOSSEGURANÇA

A meta da Secretaria Municipal de Educação/SEMED, para o próximo ano letivo, é disponibilizar equipamentos às escolas, professores e alunos, para complementar as medidas de biossegurança necessárias ao retorno das aulas presenciais, atendendo às exigências da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana/SEMADUR e da Secretaria Municipal de Saúde/SESAU.

Dentre os equipamentos a serem adquiridos, estão os dispensers de álcool em gel e de sabão, avental para uso de professores em sala de aula, face “shield” (máscara de proteção facial), termômetro eletrônico e máscaras confeccionadas em parceria com o Fundo de Apoio a Comunidade/FAC. Outros insumos serão adquiridos, a exemplo o álcool em gel, álcool líquido e sabonete líquido.

A SEMED adotou medidas de segurança, além da suspensão das aulas presenciais, orientou os servidores a lavarem frequentemente as mãos com água e sabão, a fazerem o uso de máscara, conforme determina os decretos municipais, a usarem álcool em gel, além de adotarem as medidas de distanciamento físico.
 

Leia Também

MS entra na lista dos 11 estados com risco de 2ª onda da covid-19
CORONAVÍRUS
MS entra na lista dos 11 estados com risco de 2ª onda da covid-19
Polícia fecha bar usado para tráfico de cocaína no Santa Luzia
Polícia
Polícia fecha bar usado para tráfico de cocaína no Santa Luzia
Chamados de macacos: após ataques, secretário ressalta capacitação da Guarda Civil
Polícia
Chamados de macacos: após ataques, secretário ressalta capacitação da Guarda Civil
Deputado faz alerta sobre 2ª onda da Covid-19 em MS
Política
Deputado faz alerta sobre 2ª onda da Covid-19 em MS