(67) 99826-0686
entregas

Uma em cada cinco crianças tem problemas de saúde mental; especialista dá dicas

O psiquiatra reforça que, se queremos filhos saudáveis, felizes e sem traumas, devemos voltar aos princípios básicos

14 MAR 2019
Nathalia Pelzl
13h49min
Foto: André de Abreu

Após a tragédia em uma escola estadual em Suzano, na tarde de ontem (13), onde 10 pessoas morreram, muitos questionamentos surgiram, principalmente sobre o desenvolvimento e a saúde mental de nossas crianças.

Segundo o médico psiquiatra, Luis Rojas Marcos, as crianças estão em um estado emocional devastador. Ele aponta as estatísticas dos últimos 15 anos, que mostram um crescente aumento do aparecimento de doenças e transtornos mentais na infância.

“Uma em cada 5 crianças tem problemas de saúde mental. Um aumento de 43% no TDAH foi observado, de 37% na depressão adolescente e de 200% na taxa de suicídio, em crianças de 10 a 14 anos. O que está acontecendo e o que estamos fazendo de errado?”, questiona.

Segundo ele, o excesso de informação que as crianças estão sendo estimuladas, muitas vezes pode contribuir para a privação de algo básico, como a convivência com os pais, brincadeiras ao ar livre, tendo uma alimentação e um sono desregulado, entre outras armas tecnológicas.

O psiquiatra reforça que, se queremos filhos saudáveis, felizes  e sem traumas, devemos voltar aos princípios básicos, oferecendo à criança um estilo de vida equilibrado, sendo preciso dizer não em alguns momentos.

“Defina limites e lembre-se de que você é o capitão do navio. Seus filhos se sentirão mais seguros sabendo que você está no controle do leme. Não tenha medo de dizer “não” aos seus filhos se o que eles querem não é o que eles precisam. Desfrute de um jantar familiar diário sem smartphones ou tecnologia para distraí-los. Conecte-se emocionalmente – sorria, abrace, beije, faça cócegas, leia, dance, pule, brinque ou rasteje com elas”, finaliza.

Veja também