Menu
Busca domingo, 08 de dezembro de 2019
Cidade Morena

Expulsa de quarto, família quer abrigo perto de hospital veterinário para tratar cadela atropelada

Cachorra tem diversas feridas e está paralisada da 'cintura' para baixo

27 junho 2019 - 11h10Por Thiago de Souza

Drama de uma família que buscava ajuda no Hospital Veterinário da Universidade Federal de MS para a cadela de estimação, que foi atropelada, comoveu uma leitora em Campo Grande. Por conta do mau cheiro que vinha do ferimento do animal, o casal e a criança haviam sido expulsos do quarto alugado. Agora, para fazer o tratamento, que pode ser longo, os três precisam de um abrigo perto do hospital.

Mesmo perdendo a ''casa'' onde viviam, diz a leitora, a família prosseguiu na missão de salvar a cadela, que está paralisada da cintura para baixo. Ela vai precisar de uma cirurgia, que segundo a denunciante, não deve ser feita agora, pois o hospital não possuiu um dos medicamentos necessários.

Horas depois de a primeira leitora encontrar a família, uma pessoa se propôs a ajudar conseguindo um espaço provisório para os familiares.

''Eles estão ficando em minha casa ate juntar dinheiro para alugar uma quitinete ou se alguém tem uma casa ou quarto pra ceder pra eles será bem vindo'', publicou no Facebook da ONG Amicats. Portanto,  como a estadia é provisória, os internautas ainda pedem doações como colchões, gás e comida; 

A família precisará ir todos os dias ao Hospital Veterinário da UFMS até que a cirurgia seja realizada. Enquanto isso, para a cachorra, são pedidos fraldas, ração, patê e roupinha.

O casal dono do animal não tem telefone celular. As informações e doações podem ser negociadas pelo (67) 9 9145-0612.