Menu
quinta, 29 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Cidade Morena

Lojas e supermercados devem funcionar normalmente no feriadão

Apenas concessionárias não podem abrir nos dias 11 e 12 de outubro

08 outubro 2016 - 12h42Por Dany Nascimento

O feriado da "Semana do Saco Cheio" deve ter lojas e supermercados funcionando normalmente nos dias 11 e 12 de outubro. De acordo com o Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande, apenas as concessionárias devem manter as portas fechadas durante as comemorações de criação do Estado no dia 11 e dia de Nossa Senhora Aparecida, no dia 12.

Lojas de material de construção, supermercados e comércios varejistas podem abrir normalmente desde que comuniquem o Sindicato com antecedência e arquem com as despesas dos funcionários, fazendo de imediato o agendamento de uma folga para aqueles que forem escalados para o desempenho do trabalho.

Conforme do Sindicato, lojas de material de construção devem agendar a folga do funcionário e pagar R$ 70. Já os funcionários de supermercados devem receber vale compras de R$ 55 e uma folga. Comércios varejistas devem arcar com 7% do piso salarial de cada trabalhador que for escalado e conceder uma folga ao trabalhador.

A única exigência para os comércios que desejam manter portas abertas no feriado da próxima semana é que enviem adesão, com nome e dia de folga de cada funcionário escalado. A prefeitura municipal de Campo Grande e o governo do Estado decretaram ponto facultativo.

Leia Também

Trio de encapuzados sequestra homem após tiroteio em Ponta Porã
Interior
Trio de encapuzados sequestra homem após tiroteio em Ponta Porã
Pacientes do interior ocupam UPAs de Campo Grande enquanto aguardam vaga em hospitais
Cidade Morena
Pacientes do interior ocupam UPAs de Campo Grande enquanto aguardam vaga em hospitais
Pais se revoltam com retorno presencial obrigatório na rede estadual de ensino em MS
Cidades
Pais se revoltam com retorno presencial obrigatório na rede estadual de ensino em MS
Tá caro né? Preço do corte da carne varia até 189% em Campo Grande
Cidade Morena
Tá caro né? Preço do corte da carne varia até 189% em Campo Grande