(67) 99826-0686
PMCG - REFIS 01 a 30/07/2019

Menino Neymar? Filhos crescem, mas jeito 'menino de ser' permanece no coração dos pais

Entrevistados pelo TopMídiaNews dizem que continuam se referindo aos filhos como se fossem meninos, mesmo quando a idade adulta já chegou faz tempo

16 JUN 2019
Dany Nascimento
13h30min
Foto: Divulgação

Enquanto as pessoas se ‘dirigem’ a famosos como menino Neymar e menino Bolsonaro, a modinha do adulto que nunca deixou de ser visto como um garoto ainda permanece dentro dos lares. Muitas mães e papais garantem que o filho nunca cresce aos olhos dos pais, tanto que apelidos perpetuam na vida de muitas pessoas.

Para Marlene Dutra, 56 anos, os filhos já alcançaram a maioridade, mas continuam sendo os meninos da mamãe. “Eu não vejo eles como adultos, vejo como meus meninos, isso acho que nunca passa. Os famosos eu já acho que são chamados de meninos por serem irresponsáveis em algumas atitudes, como o Neymar que está sendo acusado de estupro, mas, em casa, isso permanece porque eles sempre precisam da mãe, de um abraço, de um conselho, de um colo”.

A dona de casa destaca que os filhos deixam de ser tão dependentes dos pais, mas, ao encarar um problema, correm para pedir ajuda. “Eles sabem que existe sabedoria dos pais que ajuda na hora de resolver um problema. Mas eu sempre falo 'liga para os meninos', 'será que meu guri vem para o almoço?', é sempre assim”.

O mecânico Maurício Coelho de Souza, 52 anos, afirma que continua mantendo os filhos perto, mesmo depois de adultos. “Eu tenho três, os três trabalham comigo na minha oficina, gosto de manter eles perto, trabalhando, vendo que estão seguindo sem fazer nada de errado. Eu falo para o cliente, vê ali com meu menino, ele pode te ajudar quando vejo que o problema pode ser resolvido por ele, acho que nunca passa essa imagem para os pais”.

A manicure Sebastiana Aparecida da Silva, 49 anos, afirma que tem um filho adolescente e, mesmo vendo ele ‘se virar’ sozinho nas atividades diárias, ainda fica preocupada. “Eu sempre fico cuidando para ver se está tudo bem, ele está crescendo, já faz muitas coisas sozinho, sem minha ajuda, mas eu estou sempre monitorando, cuidando, vendo se realmente está tudo bem, é meu bebê grande”.

Veja também