Menu
segunda, 14 de junho de 2021
Cidade Morena

Fundação tenta levantar fundos com vaquinha para atender pacientes com sequelas da covid-19

Os recursos que forem levantados servirão para manter o atendimento de pé e abrir novas vagas para pacientes em fila de espera

11 junho 2021 - 16h12Por Vinicius Costa

Sabendo das consequências e sequelas causadas pela covid-19, a Fundação Manoel de Barros tenta arrecadar recursos financeiros para manter de pé o atendimento no Ambulatório de Reabilitação Pós-covid nos pacientes. Dessa forma, a maneira inicialmente encontrada foi anunciar uma vaquinha virtual e contar com a boa fé da população.

No entanto, os recursos que vieram a ser levantados pela vaquinha não funcionaram somente para manter o atendimento, mas sim, também será utilizado para abrir novas pagas para pacientes que estão em fila de espera.

Para o diretor da FMB, Marcos Henrique Marques, o atendimento é totalmente voltado para os pacientes que estão curados da doença e que agora travam uma batalha com a sequela deixada pela covid. Essa força e união com a arrecadação pode vir de vários setores, pessoas físicas e jurídicas.

"Nosso atendimento é voltado para pessoas que venceram a guerra contra a covid-19, mas que saíram com sequelas desta batalha e são essas sequelas que nós tentamos amenizar, tentamos curar. As pessoas chegam aqui com muita esperança de andar novamente como andavam, de respirar como respiravam. Nosso objetivo é conseguir recursos para manter os atendimentos do Ambulatório de Reabilitação Pós-covid, por isso com essa Vakinha Social estamos buscando o apoio da sociedade, pessoas físicas e jurídicas", aponta.

Além de manter este tratamento visando melhorar a vida dos pacientes que saíram de quadros graves e estabilizados da covid-19, a Fundação Manoel de Barros também trabalha com desenvolvimento social, científico e tecnológico. Além disso, a FMB atua sob os pilares de assistência social, arte e cultura, pesquisa e ensino e desde o início deste ano com a área da saúde.

Houve uma adaptação dos laboratórios para formar esse atendimento em pacientes com sequelas pós-covid, principalmente nas alas de fisioterapia. Os atendimentos são feitos de segunda a sexta-feira.

"Iniciamos nossa campanha com a meta de arrecadar R$ 40 mil reais, tendo em vista que este valor nos apoiará quanto ao pagamento dos profissionais durante sete meses. Ficaremos muito gratos com aqueles que puderem nos auxiliar a continuar ajudando as pessoas que estão precisando neste momento tão difícil", diz Marcos Henrique.

Para colaborar com a Fundação Manoel de Barros, o site da vaquinha virtual é o Vakinha e para mais informações sobre os atendimentos de pacientes, o número disponibilizado é o (67) 99613-3710.