Menu
quarta, 23 de setembro de 2020
Cidade Morena

Jeitinho brasileiro: peixarias ficam lotadas e comerciantes estão satisfeitos com lucro

Como de praxe, os consumidores lotaram os comércios na manhã deste feriado

19 abril 2019 - 13h13Por Anna Gomes

Chega a Semana Santa e não tem jeito: todo mundo corre para garantir o peixe que vai fazer parte do cardápio de almoço do feriado santo. O consumo é uma tradição dos católicos, que não consomem carne vermelha na data.

Por conta disso, a venda dos mais variados tipos de peixes dispara. O bacalhau segue como um dos mais consumidos, especialmente com a opção de compra de ‘lascas tipo bacalhau’, cujo preço do quilo é mais acessível. Mas, peixes como tilápia e linguado, também são muito procurados, por conta da ausência de espinhas.

 "Temos que nos preparar com antecedência, é um movimento bem grande, a data que mais vendemos. Algumas pessoas já compraram ontem, pois estavam com medo dos estabelecimentos fecharem as portas devido ao feriado”, disse um funcionário de uma peixaria.

Para os que ainda não havia comprado o peixe, as lojas abriram nesta sexta. "Brasileiro deixa tudo para a última hora. Então, estaremos abertos para quem ainda precisa garantir o peixe do almoço", brincou.

Conforme Fabiano Garcia que há anos trabalha vendendo peixes, ressalta que hoje o comércio abriu cedo e segundo ele, não tem horário para fechá-lo.

“Eu cheguei às 6h da manhã hoje e vou ficar aqui até a enquanto tiver peixe pra vender. Hoje de noite se o pessoal quiser comprar vai me encontrar aqui vendendo. A gente tem que satisfazer o cliente e atender bem, isso faz com que eles voltem”, contou o produtor.

Leia Também

Homem de 62 anos se masturba enquanto chama criança de oito anos para sexo em Coxim
Interior
Homem de 62 anos se masturba enquanto chama criança de oito anos para sexo em Coxim
De 36 detentos, só dois foram recapturados após fuga em massa por causa da covid no PR
Geral
De 36 detentos, só dois foram recapturados após fuga em massa por causa da covid no PR
Com 836 óbitos no dia, total de brasileiros mortos na pandemia chega a 138 mil
Geral
Com 836 óbitos no dia, total de brasileiros mortos na pandemia chega a 138 mil
Quadro em branco: aula na rede municipal só online e retorno presencial segue indefinido
Cidade Morena
Quadro em branco: aula na rede municipal só online e retorno presencial segue indefinido