Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Mãe pede ajuda para encontrar adolescente que fugiu de casa

Ana Lívia teve uma discussão com os pais após ser flagrada conversando com um menino de São Paulo

13 MAR 2019
Dany Nascimento
10h20min
Foto: Arquivo pessoal

Desesperada com o desaparecimento da filha Ana Lívia Espíndola de Souza, a doméstica Vanessa de Brito Espíndola, 39 anos, pede ajuda da população para encontrar a estudante, que desapareceu na manhã desta quarta-feira (13), no bairro Pioneira, em Campo Grande. A mãe explica que descobriu que a adolescente estaria mantendo contato com um menino de São Paulo e orientou a filha.

“Meu esposo pegou ela conversando com esse menino no celular, conversou com ela. Eu fui falar com ela, tomei o celular, sentamos e conversamos com ela. Eu briguei, expliquei que não poderia manter contato com esse menino e ela ficou muito brava. Ela me respondeu, ficou nervosa, mas terminamos a conversa e fomos dormir”, relembra a Vanessa.

Ao se deslocar para acordar Ana, Vanessa percebeu que a filha pegou uma mochila, livros e deixou a casa. “Ela saiu com uma mochila cinza, levou os livros da escola, mas já fui lá e ela não está. Tenho medo dela ter ido para São Paulo de algum jeito. Fui na rodoviária, perguntei nos terminais, mas ela não embarcou nos ônibus com destino à São Paulo”.

Vanessa destaca ainda que ligou o celular da adolescente e conversou com o paulista. “O menino tem 15 anos, ele me mandou toda a conversa que teve com ela e disse que ela ia fazer uma coisa muito perigosa, mas ia fazer. Ela não disse para ele que ia sair de casa, nem o que seria essa coisa perigosa. Ela pediu o endereço dele, mas ele não deu. Precisamos de notícia dela. Nenhuma das amigas tem notícia dela”.

A família procurou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga para registrar o desaparecimento. Se você tem alguma informação sobre o paradeiro de Ana ligue 67 – 992381098; 992933460 ou 998731081.

Veja também