Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
GOV FEMINICIDIO
Cidade Morena

Passando necessidades, mãe pede emprego e doações para consertar barraco esburacado

Moradora diz que faz o pedido em nome da filha de 5 anos

18 setembro 2019 - 07h00Por Thiago de Souza

Natália Batista Henrique de Almeida, 20 anos, pede doação de madeira para consertar o barraco onde vive, no Dom Antônio Barbosa, perto da antiga favela Cidade de Deus, em Campo Grande. Ela diz que a família passa sufoco, seja no frio ou calor.  

A mulher diz que mora na rua Cenira Soares Magalhães há cerca de um ano e meio e vive com a filha de cinco anos e o marido, que está desempregado. Ela diz que o barraco tem furos no madeiramento e, em dias de altas temperaturas, é quente até na hora de dormir.  

''No frio ventou muito porque tinha buraco na parede. Tem um buraco que tem que por uma taboa para não ficar aberto'', detalhou Natália.

Natália, que usou o Facebook para divulgar o pedido, precisa de qualquer tipo de madeira para o lar, que tem apenas dois cômodos.

Buraco precisa ser tapado no barraco. (Foto: Repórter Top)

Além da madeira, a moradora diz que precisa de emprego para ela e para o esposo, que é servente. Também apelou por doação de móveis e mantimentos.

O telefone para contato é: 67 9 8459-5152. Ela destaca que não consegue buscar as doações por falta de automóvel. O endereço é: rua Cenira Soares Magalhães, 187 - quadra 10  - lote 2.

Leia Também

VÍDEO: 'Bonde das rachadas' distrai vendedora e furta peças de R$ 200 no São Francisco
Cidade Morena
VÍDEO: 'Bonde das rachadas' distrai vendedora e furta peças de R$ 200 no São Francisco
Juíza exclui 'viúva' de Gugu de ação de inventário estimado em R$ 1 bilhão
Geral
Juíza exclui 'viúva' de Gugu de ação de inventário estimado em R$ 1 bilhão
EFEITO CENTRÃO? Em live, Bolsonaro pensa em recriar Ministério da Pesca
Geral
EFEITO CENTRÃO? Em live, Bolsonaro pensa em recriar Ministério da Pesca
CADÊ A GRIPEZINHA? Brasil chega a 26.754 mortos pela covid-19
Geral
CADÊ A GRIPEZINHA? Brasil chega a 26.754 mortos pela covid-19