TCE SETEMBRO
Menu
terça, 28 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Campo Grande

Manifestantes usam máscaras e fantasias para simbolizar 'crimes' de Bolsonaro em Campo Grande

Ato foi pacífico e cruzou ruas do centro da Capital

24 julho 2021 - 11h49Por Thiago de Souza e Vinícius Costa

Quem viu os protestos contra o presidente Jair Bolsonaro, na manhã deste sábado (24), em Campo Grande, presenciou encenações artísticas, com fantasias diversas. A ideia era simbolizar os ‘’crimes’’ do chefe da nação. 

Um grande boneco, vestido de preto e com o rosto de uma caveira, se referiam às mais de 530 mil mortes por covid-19 na pandemia. Os óbitos são atribuídos ao presidente da República, em razão, segundo os manifestantes, de discursos negacionistas e defesa de remédios sem eficácia. 

Uma mulher se vestiu com uma camiseta camuflada e carregava uma metralhadora de brinquedo. O objetivo era criticar a grande presença de militares no Governo Bolsonaro. 

No local, também havia uma fantasia de palhaço fazia referência ao apelido que ativistas de esquerda deram ao presidente, desde o início do governo: ‘’Palhaço Bozo’’.  

Homem fantasiado de preto carregava uma mala gigante com o símbolo do cifrão, para representar as denúncias de corrupção na compra de vacinas pelo Ministério da Saúde. 

Manifesto 

O ato deste dia 24 de julho segue organização nacional e pede o impeachment de Bolsonaro. Os ativistas dizem que o presidente é o responsável pelas mais de 530 mil mortes por covid, pelo atraso na vacinação e pelo que chamam de péssima situação econômica no País. 

A manifestação é composta por movimentos sociais, partidos políticos de esquerda e lideranças indígenas. 

Não houve nenhuma ocorrência de briga ou tumulto. A manifestação terminou por volta das 11h35, na avenida Afonso Pena. 

Leia Também

Mulher arranca orelha do marido que não a deixou sair de casa em MG
Geral
Mulher arranca orelha do marido que não a deixou sair de casa em MG
Motorista morre esmagado por caminhão e corpo fica horas à espera de perícia em Camapuã
Interior
Motorista morre esmagado por caminhão e corpo fica horas à espera de perícia em Camapuã
Para prevenir animais contra a raiva, CCZ monta posto de vacinação
Campo Grande
Para prevenir animais contra a raiva, CCZ monta posto de vacinação
Ayache apoia fala de Geraldo Resende contra bolsonaristas: 'chega de negacionismo'
Campo Grande
Ayache apoia fala de Geraldo Resende contra bolsonaristas: 'chega de negacionismo'