Menu
segunda, 27 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Campo Grande

'Vaga só dia 19 abril, até lá já ganhei bebê', diz gestante que tenta consulta na Moreninhas

Ela revela que conseguiu marcar dentista para o filho para o mês de junho e clínico para o avô em maio

01 março 2019 - 15h00Por Nathalia Pelzl

Quem depende do SUS (Sistema Único de Saúde) em Campo Grande tem enfrentado demora no atendimento, falta de medicamentos, e principalmente, falta de médicos.

Inconformada com a situação que viveu na UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) Doutor Judson Tadeu Ribas, do bairro Moreninhas III, a cabeleireira Djeine Mara Pereira, de 34 anos,  que está gestante, relata que as consultas estão sendo marcadas, no entanto, a espera pra conseguir uma vaga é muito grande.

“As consultas estão sendo marcadas pra vários meses à frente, e hoje mesmo fui pra marcar consulta pré-natal, pois já estou de 8 meses, não consegui porque o médico que me atendia saiu. Fui informada de ir à enfermeira tentar um encaixe, mas falando com ela não houve resultado, pois está tudo cheio e tenho que ir outro dia pra tentar marcar. Fiquei muito decepcionada, pois nessa fase da gravidez, as consultas já deveriam ser quinzenais. Peço uma explicação porque nunca tive problemas. Já estamos sem a maternidade e agora sem médicos? Estou indignada, me informaram que haveria vaga dia 19 abril, até lá já ganhei bebê”, comenta.

“É preocupante, perco o dia de trabalho para vir resolver e não consigo.  Marquei dentista para o meu filho, só que também só pra junho, pro meu avô é clínico, consegui pra maio. É complicado não ter vaga, apesar de eu estar com a saúde em dia, preciso desse acompanhamento. Já faço a ultrassom que é paga, agora ir pra médico particular, sem chance”, reforça sua indignação.

Nós entramos em contato com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) para saber o quadro de funcionários da unidade, que informou que, “Atualmente a unidade está atendendo com 1 médico. Os outros três profissionais que estavam lotados lá pediram exoneração para entrar em residência médica. Hoje a prefeitura de Campo Grande convocou mais 138 novos profissionais para reforçar o atendimento em todas as unidades de saúde. A UBSF Moreninha e outras unidades que estão com déficit serão priorizadas na alocação destes profissionais assegurando assim que o paciente não fique desassistido”.

Leia Também

Entre resgates e socorros, Corpo de Bombeiros atuam em mais 7 mil incêndios em MS
Cidades
Entre resgates e socorros, Corpo de Bombeiros atuam em mais 7 mil incêndios em MS
Nego do Borel é intimado a prestar depoimento sobre tentativa de estupro
Geral
Nego do Borel é intimado a prestar depoimento sobre tentativa de estupro
Investigação é contra membros da antiga diretoria, diz APAE em MS
Interior
Investigação é contra membros da antiga diretoria, diz APAE em MS
Adolescente morre após sofrer descarga elétrica enquanto usava chapinha
Geral
Adolescente morre após sofrer descarga elétrica enquanto usava chapinha