Menu
Busca segunda, 21 de outubro de 2019
Top Ms
Cidade Morena

Eleição de Conselheiros não será anulada e prioridade é apurar votos, diz comissão

A declaração foi realizada em frente ao TRE/MS nesta terça-feira

08 outubro 2019 - 15h00Por Rayani Santa Cruz

A desorganização na eleição para o Conselho Tutelar da Capital é o assunto do momento. A presidente da Comissão Eleitoral, Alessandra Hartmann, afirmou, nesta terça-feira (8), que não existe possibilidade de anular o pleito e que a prioridade, no momento, é a apuração de votos.

“A demora para a apuração é natural, a população foi votar em massa. Não houve fraude e nada que pudesse impugnar esse processo”, destaca.

Ela falou sobre a situação após a OAB- MS (Ordem dos Advogados) emitir nota solicitando esclarecimentos, assim como autoridades políticas da cidade. 

Em relação às denúncias, ela nega que tenha faltado cédulas para voto e diz que somente eleitores que não estavam de acordo com as regras eleitorais não conseguiram votar.

Questionada se havia preparo para receber 26 mil eleitores, Alessandra diz que as equipes esperavam o público. Os problemas ocorridos serão apreciados pelo MPE (Ministério Público Estadual).  

Apuração

Nove mesas com mais de 30 pessoas na equipe estão trabalhando na apuração. De um total de 60 urnas, 36 foram apuradas até o momento. A previsão é que o resultado final saia até quarta-feira (9).