(67) 99826-0686
Gov - PPA 23 a 27/07

Espetinho, pancadaria e cantor bêbado: relembre 'bafões' em boates de Campo Grande

Confusões na saída ou entrada das festas estão cada vez mais comuns na cidade

3 JUL 2019
Dany Nascimento
07h00min

Fica cada vez mais natural o registro de ‘bafões’ nas boates de Campo Grande, que vira e mexe, estampam as páginas dos jornais da cidade. Nas confusões já registradas, tem funcionário apagando o fogo de espetinho do vendedor que tenta ganhar o pão de cada dia pelas ruas da cidade, até gente sendo espancado na rua mais famosa da Capital Morena.

O caso mais recente é do suposto gerente que saiu de dentro da boate Valley e jogou água no espetinho de um vendedor ambulante. A cena foi gravada e circula nas redes sociais. O motivo da briga seria a irritação por conta da fumaça da carne na brasa, que estaria deixando os clientes irritados na calçada.  Com uma jarra de água, o homem vai em direção ao vendedor e tenta apagar o fogo da churrasqueira. 

Funcionário da Valley joga água em vendedor ambulante from Top Mídia News on Vimeo.

Devolve minha cerveja

Em janeiro deste ano, uma mulher levou uma garrafada na cabeça após flagrar outra mulher, de 28 anos, tirando uma cerveja de seu balde, em uma casa noturna da Avenida Afonso Pena, em Campo Grande.  A vítima contou que dançava com uma amiga em frente ao palco, quando percebeu que a suspeita pegou a bebida. Em seguida, a jovem teria dito que ela poderia pegar a cerveja que não haveria problema algum.

Após se pronunciar, a jovem recebeu um golpe com a garrafa na cabeça, que provocou um corte na testa e inchaço. No relato, ela diz que a boate lhe ofereceu somente um pedaço de gase. No boletim consta que a suspeita foi identificada e localizada. Tanto vítima quando a autora foram colocadas para fora da boate.

Pedrada antes da balada

Frequentadoras de uma casa noturna LGBT no Centro de Campo Grande foram agredidas a pedradas em frente ao estabelecimento, em outubro do ano passado. Elas estavam na fila, quando um homem passou de carro, gritando ‘Bolsonaro 17’ e lançou os objetos contra as pessoas no local. 

Bafão dos famosos

Conhecido nacionalmente no cenário da música sertaneja, por emplacar grandes sucessos ao lado do irmão, um cantor também armou o ‘maior pampeiro’ em uma balada da cidade. Em maio de 2018, o homem do timbre grosso se embriagou e queria porque queria dar uma palinha no show de outros cantores.

Após levar muitos ‘não’, um colega autorizou sua subida no palco e foi aí que a confusão aconteceu. O sertanejo esqueceu a letra, conseguiu um banquinho para sentar, mas não ficou muito tempo no local, já que não desenrolou nem mesmo seus próprios sucessos e foi vaiado.

* Matéria alterada às 9h32 de 4/7 para retirada de informações a pedido da família

Veja também