Menu
sábado, 19 de setembro de 2020
Cidade Morena

Sem caminho alternativo, moradores se arriscam em ponte rachada para chegar em casa

A ponte é de madeira, com concreto na entrada e saída, mas possui rachaduras e chuva forte sempre leva algum pedaço

16 março 2019 - 07h00Por Dany Nascimento

Os moradores do bairro Lageado e Jardim Manaira correm risco diariamente ao atravessar uma passarela na Rua Francisca Gonçalves Figueiredo com a Pitumbú, em Campo Grande. A estrutura é de madeira com concreto nas saídas e a população teme que uma tragédia aconteça no local.

O catador de materiais recicláveis Marcelo Gregório Filho, 48 anos, destaca que passa no local todos os dias e já encontrou a estrutura danificada. “Eu já vi ela quebrada, quando chove forte, a água tira essa parte de concreto onde tem a rachadura e leva tudo embora. Agora consertaram, mas fui passar aqui esses dias e não dava. Essa parte de concreto sempre está rachada, os moradores se arriscam aqui porque precisam se deslocar, tem alguns que moram no Lageado e tem negócios no Manaira e vice e versa”.

Marcelo afirma que crianças utilizam a passarela, que não possui nenhum tipo de proteção. “Eles podem cair na água, é arriscado, mas em horário de aula, eles vivem atravessando sozinhos essa passarela. A correnteza do córrego é forte, não sei a profundidade, mas pode levar uma criança”.

A atendente Elaine Monteiro, 31 anos, arrisca atravessar a passarela com uma motocicleta. “Eu venho de moto, passo minhas filhas primeiro, volto e busco a motocicleta. Minha sogra mora no Manaira, passamos aqui todos os dias. É perigoso, mas precisamos fazer esse deslocamento”.  

Morador do bairro Lageado há 19 anos, o aposentado Carlos Vieira, 69 anos, afirma que pessoas mal intencionadas ficam na curva que dá acesso ao local para cometer assaltos. “Tem muito mato aqui, não dá para ver quem passa. Você vai, faz a curva e, quando chega na ponte, às vezes não tem como voltar. Tem assalto, se é gente diferente aqui, eles roubam as pessoas”.

Carlos destaca que a prefeitura deveria fazer uma limpeza no local, dando mais segurança aos moradores. “Se tirasse esse mato, quem desce aqui conseguiria ver quem está na ponte e atravessar normalmente. A estrutura é perigosa, várias vezes foi levada pela enxurrada. Já melhorou, não tinha luz, agora tem iluminação durante a noite, precisamos só de uma limpeza com urgência”.

Prefeitura

O TopMídiaNews entrou em contato com a prefeitura da Capital, mas até o fechamento desta matéria, nenhuma resposta foi encaminhada.

Leia Também

Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Geral
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar
Entrevistas
Saudade é tanta, que um ano após perder o filho, Thayelle ainda escuta Miguel chamar
Xuxa avisa que vai deixar a Record no fim do ano: 'infelizmente'
Geral
Xuxa avisa que vai deixar a Record no fim do ano: 'infelizmente'
VÍDEO: homem chuta cabeça de mulher em briga pós-balada no Rio
Geral
VÍDEO: homem chuta cabeça de mulher em briga pós-balada no Rio