Menu
sexta, 30 de julho de 2021
Cidade Morena

Próximo a lençol freático, qualquer chuvisco transforma ruas em lagos no Nova Campo Grande

Problema no bairro é antigo e prefeitura afirma que é necessário esperar a estiagem para fazer a manutenção

24 março 2019 - 09h30Por Rodson Willyams

A assistente de educação infantil Katiuscia Cáceres, 33 anos, denuncia que os moradores do bairro Nova Campo Grande, na Cidade Morena, não aguentam mais as poças formadas pela água da chuva nas Ruas 78 e 79.

Segundo Katiuscia, toda vez que chove, a água acumula em poças. "Forma um grande lago, tem muito lodo. Está bem perigoso, principalmente por conta dos casos de dengue, que tem aumentado".

A rua não é asfaltada e a situação fica complicada até para quem apenas passa pelo local. "Isso nos deixa bastante preocupados. Não sei nem como o vizinho que mora em frente da poça consegue sair de casa", relata.


Rua 79 fica intransitável. Foto: Repórter Top.

Problema crônico

A Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) informou que o local já é conhecido e o problema crônico. Explicou ainda que o bairro está muito próximo do lençol freático, era uma região de brejo e que, devido a isso, a água demora a sumir.

As ruas precisam passar pelo serviço de cascalhamento, mas, segundo a Sisep, o período de chuvas tem que acabar primeiro, pois a obra só atrapalharia os moradores neste momento. "É necessário esperar a estiagem para fazer a manutenção do local", explica.

Leia Também

Vamos ajudar? Ração de ONG para cães e gatos acaba em Campo Grande
Cidade Morena
Vamos ajudar? Ração de ONG para cães e gatos acaba em Campo Grande
Terapia promissora salva menina Ahinara de câncer no cérebro
Geral
Terapia promissora salva menina Ahinara de câncer no cérebro
Joice Hasselmann contrata 'advogado do PT' no caso das agressões misteriosas
Geral
Joice Hasselmann contrata 'advogado do PT' no caso das agressões misteriosas
MS deve receber mais de 80 mil doses após encaminhamento do Ministério da Saúde
CORONAVÍRUS
MS deve receber mais de 80 mil doses após encaminhamento do Ministério da Saúde