tCE COVID 19 18 A 16/05
Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
camara municipal
Cidade Morena

Morte de Eloá completa um mês de muita dor e poucas respostas

Aos 3 anos, a menina foi agredida e morreu no hospital

15 janeiro 2020 - 19h00Por Willian Leite

Nesta semana completou-se um mês da morte da pequena Eloá Aquino Carvalho, de 3 anos, brutalmente agredida por um homem na Rua Baobá, no bairro Moreninhas em Campo Grande.

O autor do homicídio, Cecílio Martins Centurião Júnior, 34 anos, continua preso na ala de psiquiatria da Unidade Prisional na capital e a primeira audiência do caso está marcada para dia 3 de fevereiro deste ano.

Eloa foi internada na Santa Casa de Campo Grande no dia 11 de dezembro de 2019, após a agressão. No dia 13 de dezembro, o hospital confirmou a morte da menina, que foi velada e sepultada no bairro onde morava com a mãe.

O caso ganhou repercussão na capital e revoltou muitas pessoas pela gravidade da agressão. Apesar da cena triste vivida pela família, eles decidiram por doar os órgãos de Eloá com objetivo de saber que ela continuasse 'viva' e ajudando outras pessoas.

Como o caso já está sendo tratado pelo Poder Judiciário, a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente não quis comentar.

Leia Também

Deputado de MS comemora aprovação de importantes projetos no enfrentamento à Covid-19
Política
Deputado de MS comemora aprovação de importantes projetos no enfrentamento à Covid-19
Família do crime: esposa de serial killer tem prisão preventiva decretada
Polícia
Família do crime: esposa de serial killer tem prisão preventiva decretada
Ludmilla aciona polícia e denuncia fake news sobre seu namoro com Brunna Gonçalves
Geral
Ludmilla aciona polícia e denuncia fake news sobre seu namoro com Brunna Gonçalves
Prefeito afirma que aulas presenciais podem voltar em junho em Campo Grande
Cidade Morena
Prefeito afirma que aulas presenciais podem voltar em junho em Campo Grande