Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
Cidade Morena

Motorista de aplicativo fura sinal, bate em moto e mulher de 28 anos morre

Jucinele não resistiu e faleceu na Santa Casa de Campo Grande

25 janeiro 2020 - 18h00Por Vinícius Squinelo

Jucinele da Costa de Amorim 28 anos, é mais uma vítima do trânsito de Campo Grande. Ela morreu após ser atingida por um carro na avenida das Bandeiras, esquina com a rua Ouro Branco, no Jardim Jóquei Club.

A morte dela teve que ser comunicada à polícia pelo seu próprio marido, Diego Toledo da Silva, 20. Segundo ele, sua esposa pilotava uma moto pela Bandeiras quando, na esquina menciona, foi atingida por um carro Ônix, que supostamente furou o sinal.

Diego não soube dizer o nome do motorista, apenas que era condutor de aplicativos e que ajudou no socorro à Jucinele. A pancada foi tão forte que ela foi arremessada em outro veículo, um Voyage.

Jucinele foi declarada morta às 14h30 de politraumatismo na Santa Casa de Campo Grande. Ela deixa três filhos menores.
O caso é investigado pela Polícia Civil como homicídio culposo (sem intenção) na direção de veículo automotor.