Menu
quinta, 24 de setembro de 2020
Cidade Morena

Motorista é descredenciado de aplicativo, entra na Justiça para indenização e tem recurso negado

O homem fez investimentos, como a compra de um carro, após se cadastrar no aplicativo

07 fevereiro 2019 - 13h55Por Nathalia Pelzl

A Justiça determinou improcedente um pedido de indenização feito por um motorista de aplicativo de Campo Grande, ele entrou com recurso por ter sido desligado de um aplicativo de transporte de passageiros.

A decisão ficou a cargo dos desembargadores da 4ª Câmara Cível que negaram, por unanimidade, o recurso. Consta nos autos, que o homem fez investimentos, como a compra de um carro, após se cadastrar no aplicativo.

No entanto, ele acabou descredenciado pela empresa, sem ser avisado, por denúncias de fraude. Foi quando ele decidiu entrar com a ação, na qual que fosse restabelecido o credenciamento, e o pagamento de indenização por danos materiais e morais.

O relator do processo, desembargador Luiz Tadeu Barbosa Silva, considerou que não houve irregularidade na rescisão do contrato. O desembargador reforçou ainda que não houve provas de prejuízo patrimonial, não havendo indenização por danos materiais e morais.

Leia Também

Relator da PEC da 2ª instância, Fábio Trad lamenta: 'não há articulação para aprovar o texto'
Política
Relator da PEC da 2ª instância, Fábio Trad lamenta: 'não há articulação para aprovar o texto'
Obstetra envolvida em morte de Sheyza dá caminhão como fiança e fica solta
Interior
Obstetra envolvida em morte de Sheyza dá caminhão como fiança e fica solta
Baleado na mão e no tórax, vítima do falso frete segue estável em UPA
Cidade Morena
Baleado na mão e no tórax, vítima do falso frete segue estável em UPA
Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá
Polícia
Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá