Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
Cidade Morena

Motorista prensado entre carro e caminhão na BR-163 não resiste e morre em UPA

Vítima estava a caminho da Santa Casa de Campo Grande

07 agosto 2019 - 19h04Por Thiago de Souza

Valdecir Vicente de Santana, 44 anos, morreu  minutos após bater o Fiat Punto que dirigia contra um caminhão, na BR-163, próximo ao posto Kátia Locatelli, na tarde desta quarta-feira (7), em Campo Grande. Ele foi socorrido pelo Samu e estava em direção à Santa Casa. 

No entanto, apesar do socorro da equipe avançada do Samu, o homem tinha ferimentos graves e chegou até a perder os sinais vitais, não resistiu e morreu. A viatura ficou na UPA Moreninha e o serviço funerário foi acionado. 
Grave

A batida ocorreu por volta das 15h de hoje, próximo a Chácara das Mansões. O Fiat Punto saía do pátio do posto Kátia Locatelli quando bateu de frente com um caminhão que havia acabado de entrar no posto. 

Santana chegou a ficar preso às ferragens e foi retirado pelo Corpo de Bombeiros, que usou um desencarcerador. No carro de passeio havia mais três ocupantes, sendo a esposa,  um adolescente de 17 anos e outra mulher. Nenhum deles sofreu ferimentos graves, mas foram levados para atendimento por precaução. 

Batida prensou motorista em caminhão na BR-163. (Foto: Thiago de Souza)

Uma familiar do motorista contou que o caminhão seguia sentido Campo Grande-São Paulo quando entrou repentinamente no pátio e atingiu o carro. O motorista do veículo maior tem 70 anos e foi identificado como ‘’Ari’’. O caminhão tem placas de Panambi (RS). 

As vítimas do carro de passeio são do assentamento Pontal da Grama, que fica cerca de cinco quilômetros do local do acidente e estavam em direção à Capital.