TJMS AGOSTO
Menu
quinta, 06 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Cidade Morena

MPE alega 'flexibilização' e deixa força-tarefa do toque de recolher em Campo Grande

Prefeitura diz que saída já estava programada

31 julho 2020 - 19h41Por Thiago de Souza

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul deixou, nesta sexta-feira (31), a força-tarefa que fiscalizava a obediência do toque de recolher em Campo Grande. O motivo foi que a Prefeitura da Capital flexibilizou as normas. 

Em nota, a instituição destacou que  ''O Ministério Público colaborou com a fiscalização do Decreto Municipal que estabeleceu regras que se encerram nesta sexta-feira. Com as novas regras, o MPMS vai atuar em outras frentes no combate à COVID-19''. 

De acordo com a Prefeitura e o próprio Ministério Público, a saída do MPE da força-tarefa já estava programada e teria duração de cerca de duas semanas. 

Promotores do MPE passaram a atuar junto com a Guarda Civil Metropolitana, Polícia Militar e Vigilância Sanitária na noite do dia 20 de julho. Naquela época, o toque de recolher começava às 20 h e ia até às 5h do dia seguinte. 

A partir desta sexta-feira (31), a medida entra em vigor às 21h e vai até às 5h do dia seguinte. 

 

Leia Também

Fumaça de queimadas na Bolívia invade Corumbá e gera cena impressionante
Interior
Fumaça de queimadas na Bolívia invade Corumbá e gera cena impressionante
Bolsonaro assina MP que destina R$ 1,9 bilhão para compra de doses de vacina contra a covid
Geral
Bolsonaro assina MP que destina R$ 1,9 bilhão para compra de doses de vacina contra a covid
VÍDEO: Marquinhos fiscaliza descontaminação de ruas no Guanandi e defende comércio aberto
Cidade Morena
VÍDEO: Marquinhos fiscaliza descontaminação de ruas no Guanandi e defende comércio aberto
Brasil tem 1.237 mortos em 24 horas e está na 'véspera' dos 100 mil
Geral
Brasil tem 1.237 mortos em 24 horas e está na 'véspera' dos 100 mil