Menu
sexta, 18 de setembro de 2020
Cidade Morena

No dia em que Mariana faria 22 anos, família a homenageia para lembrar de sua alegria

Jovem blogueira faleceu vítima de doença abrupta em outubro de 2018

18 março 2019 - 19h18Por Amanda Amaral

Balões brancos, fotos, amigos e familiares com camiseta que leva seu rosto em largo sorriso e os cabelos ruivos que não passavam despercebidos. Assim a família de Mariana Morel a homenageia no dia em que ela completaria 22 anos, neste dia 18 de março, quase cinco meses após seu falecimento.

A jovem de Campo Grande faleceu vítima de pancreatite, inflamação do pâncreas que evoluiu rapidamente. A repentina despedida chocou quem a conhecia, cheia de vitalidade e sonhos, que sempre são lembrados pelos amigos e até quem não mantinha uma relação próxima. 

Renato, irmão de Mariana. (Foto: Wesley Ortiz)

Mariana mantinha um canal de vídeos e perfil de fotos em que dividia dicas de moda, maquiagem e de sua rotina. Somava diversas visualizações e curtidas, especialmente um sucesso entre o público feminino adolescente.

“Ela era alegria. No velório foi muita gente, ficamos impressionados, porque o meio social dela eram as meninas mais novas, de 13 a 15 anos e que gostam de moda, não tínhamos muito contato, e tinha até um fã clube”, conta o irmão Renato Morel, de 32 anos.

(Foto: Reprodução/Facebook)

A mãe e melhor amiga Silvana Morel, 48 anos, lembra que sonhava junto com a filha. “Eu amava, incentivava ela a fazer mais vídeos, a se comunicar com as meninas que a seguiam. Era referência para muitas dessas jovens, as vezes era abordada em público, pediam para tirar foto, ela ficava muito feliz”, lembra.

A vontade da jovem era viver da moda, que queria estudar, e conhecer os Estados Unidos. Por ser tão unida à família, aos 15 anos Mariana chegou a trocar a oportunidade da viagem para a Disney para passar o aniversário junto ao pai, irmão e mãe no Rio de Janeiro.

A lembrança é um dos orgulhos compartilhados sete anos depois, e que permanecem fortes entre todos que ali sentiam juntos a saudade. Seu quarto intacto e a casa cheia de fotos de tantos momentos felizes são os itens físicos que simbolizam o amor cultivado no lar.

O pai Afonso Pereira de Lira, 55 anos, que dá nome à lanchonete de mais de 30 anos em que a homenagem foi preparada, sintetiza o sentimento do dia. “Aqui é a casa onde ela viveu e vamos lembrar como ela gostaria, com alegria. Ela gostava de viver, não ia ficar feliz de ver a gente vivendo trancado, então essa é uma forma da gente lembrar sempre dela”, finaliza.

Veja mais fotos abaixo, na galeria:

Leia Também

Pitbull albina escapa no Parque do Sol e dona faz apelo para encontrá-la
Cidade Morena
Pitbull albina escapa no Parque do Sol e dona faz apelo para encontrá-la
Futebol com 'cabeça' de Bolsonaro choca deputados de MS: 'ato criminoso'
Política
Futebol com 'cabeça' de Bolsonaro choca deputados de MS: 'ato criminoso'
Prefeitura prorroga proibição do corte de água por mais 30 dias em Campo Grande
Cidade Morena
Prefeitura prorroga proibição do corte de água por mais 30 dias em Campo Grande
Marcelo Álvaro Antônio é 9º ministro infectado pela covid-19
Geral
Marcelo Álvaro Antônio é 9º ministro infectado pela covid-19