Menu
terça, 01 de dezembro de 2020
Cidade Morena

No horário eleitoral noturno, candidatos falam de infraestrutura e educação infantil

Também citaram controle de enchentes e impostos

20 outubro 2020 - 20h08Por Thiago de Souza

Márcio Fernandes, do MDB, abriu a transmissão dos programas com a fala do ex-governador André Puccinelli. O candidato pediu para eleitores enviarem para ele uma mensagem sobre qual obra da gestão do MDB melhorou mais a vida deles. 

Vinícius Siqueira, do PSL, aproveitou o fato que o programa eleitoral de Marquinhos Trad viria na sequência do dele e falou que o atual prefeito prega um ‘’mundo de fantasia’’, que nada condiz com a realidade. Ao final, com ironia, fez uma chamada para o programa de Trad que veio a seguir. 

Marquinhos Trad, do PSD, destacou ações de drenagem em mil quadras e controle de enchentes. Por exemplo, no Santa Luzia e no Cidade Morena. Trad citou a obra da Norte-Sul que outros prefeitos não quiseram fazer. Disse que vai avançar com a revitalização do Rio Anhanduí até a avenida Manoel da Costa Lima. 

Marcelo Miglioli, do Solidariedade, garantiu que não via aumentar impostos e taxas em Campo Grande a vai atrair indústrias para a cidade.  

Delegada Sidneia, do Podemos, disse que a atual gestão atrasou a entrega dos kits e disse que, se não fez isso, não tem condições de cuidar da qualidade do ensino, da evasão escolar e lembrou que há 8.500 crianças na fila da creche. 

Cris Duarte, do PSOL, citou que vai ampliar ciclovias, e ampliar coleta seletiva.

João Henrique, do PL, disse que o bem-estar animal é uma das causas e que na gestão vai cuidar da área construindo uma UPA Veterinária pública e vai manter  campanhas de castração gratuita.

Pedro Kemp, do PT, destacou que a cidade tem 38 favelas e fila de mais de 40 mil pessoas esperando uma casa. Pretende fazer regulamentação fundiária e cuidar dos bairros mais pobres, com projeto de moradia em áreas com asfalto, energia e escola. 

Promotor Harfouche (Avante) disse que é necessário liberdade econômica, capacitação de mão de obra, desenvolvimento nos bairros e desenvolvimento real da economia. 

O candidato Marcelo Bluma (PV) disse que vai fazer reforma tributária em Campo Grande e rever a taxa do Lixo, porque não é possível mais o ‘’confisco’’. 

Esacheu Nascimento, do Progressistas, falou sobre falta de amparo aos jovens que entram na criminalidade. Falta de lazer, esportes e recursos foram citados. Esacheu vai colocar programa juventude ativa em Campo Grande para dar acesso. Ele também diz que acredita no poder da Educação.

Paulo Matos, do PSC, disse que entre os 15 candidatos a população tem o direito de conhecer melhor os candidatos. Ele quer debates na campanha eleitoral. 

Guto Scarpanti, do Novo, vai enxugar a máquina pública com diminuição dos cargos comissionados e reduzir as secretarias.

O candidato Dagoberto Nogueira, do PDT, disse que vai investir em educação integral e criar oito mil vagas na educação infantil, além de valorizar os profissionais do setor administrativo. Também quer criar creches noturnas na cidade. 

Leia Também

Fatal: óbitos por covid-19 no Brasil chegam a 173 mil
Geral
Fatal: óbitos por covid-19 no Brasil chegam a 173 mil
Jovem que fraturou coluna ao cair de moto aguarda cirurgia na Santa Casa
Interior
Jovem que fraturou coluna ao cair de moto aguarda cirurgia na Santa Casa
Rússia começa a vacinar população contra a covid-19
Geral
Rússia começa a vacinar população contra a covid-19
Marquinhos Trad anuncia 13º salário para 16 de dezembro
Cidade Morena
Marquinhos Trad anuncia 13º salário para 16 de dezembro