Menu
segunda, 20 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Campo Grande

Mulher contrata mudança e motorista some com 4 cachorros em Campo Grande

Motorista alega que a própria dona os roubou e quer lhe prejudicar

15 junho 2021 - 13h00Por Thiago de Souza

Uma moradora de Itapema (SC), que se mudou para Campo Grande, em maio, acusa um motorista do caminhão de mudança de sumir com os quatro cachorrinhos de estimação na viagem. O condutor não responde mais aos contatos dela e o desespero pelos cães só aumenta. 

Segundo a denunciante, em maio deste ano, ela postou um anúncio nas redes sociais, procurando por um frete para Campo Grande. Um interessado apareceu e cobrou R$ 1 mil pelo serviço, que incluiria o transporte de quatro cães da raça jack russel terrier. 

Primeiro, diz a contratante, o motorista carregou os pertences dela, sendo roupas, álbuns de fotos e outros itens pessoais. Depois, ele passou em um posto de gasolina em Itajaí e embarcou os pets. 

A vítima mostrou comprovante de pagamento de R$ 200, que seria um adiantamento. No entanto, segue a mulher, um dia antes da data combinada para chegar a Campo Grande, o condutor disse que precisava de mais dinheiro, que estava com problemas e iria parar para descansar. 

                                                                                             

A denunciante continuou a cobrar o motorista pela chegada em Campo Grande, mas ele deu diversas justificativas. 

‘’Primeiro ele disse que a Polícia Rodoviária Federal o pegou com a habilitação vencida e mandou ele voltar. Depois falou que a PRF apreendeu os cães’’. 

Semanas depois, a mulher conseguiu contato com o motorista, que mandou um vídeo mostrando que os pertences dela estavam na casa dele. No entanto, os cães não estavam. 

A mulher diz ter consultado a PRF-MS, que negou qualquer multa por CNH vencida ou apreensão de cães. Por último, o condutor disse que foi dormir em um posto em Nova Andradina e que, quando acordou, a portas traseiras do caminhão estavam abertas e sem os cachorros. 

‘’São os únicos cachorros que eu tenho há 14 anos’’, lamentou a moradora. Mesmo um mês depois do ocorrido, a mulher ainda procura os pets. Ela, inclusive, fez campanha para tentar achar os bichinhos em Nova Andradina, mas até agora nada. 

Suspeito

Em contato como o motorista, ele alegou que a contratante só pagou o dinheiro da entrada, por isso não entregou a mudança. Sobre o sumiço dos cães – que ele diz serem ‘’vira-latas e pulguentos’’, garante que a própria dona os roubou enquanto ele dormia em um posto de Nova Andradina. 

O motorista, de forma ríspida e grosseira, reconheceu que mentiu sobre a abordagem da PRF, alegando que deu essa desculpa porque a vítima o ameaçava. 

Questionado pela reportagem se ele não teria responsabilidade pelo sumiço dos cães, ele questionou: 

‘’Como alguém iria roubar os cães, se não sabia que tinha cães dentro do caminhão?’’. 

Desrespeito

Sobre a mobília dela, mais uma vez o transportador usou termos grosseiros para desqualificar a denúncia. 

‘’As tralhas dela estão no meu apartamento. É calcinha suja de bosta... suja de sangue, saco de lixo velho... ‘’, rebateu o suspeito. 

A vítima tem esperança que os cachorros possam estar perdidos em Mato Grosso do Sul. Ao mesmo tempo, há a desconfiança que ele nunca saiu do estado catarinense. 

Quem tiver informações sobre o paradeiro dos cães, pode entrar em contato com o telefone: (47) 9 9720-4476. 

Leia Também

Mãe se despede de Maria Vitória e pede orações para marido com pernas quebradas
In Memoriam
Mãe se despede de Maria Vitória e pede orações para marido com pernas quebradas
Vacina com desconto: Campo Grande mantém parceria em viagens com aplicativo
Campo Grande
Vacina com desconto: Campo Grande mantém parceria em viagens com aplicativo
Mulher morre em hospital após cair na rua ao se assustar com moto em MS
Interior
Mulher morre em hospital após cair na rua ao se assustar com moto em MS
MS está em alerta para riscos florestais e danos à saúde em razão do tempo seco
Cidades
MS está em alerta para riscos florestais e danos à saúde em razão do tempo seco