Menu
segunda, 21 de setembro de 2020
Cidade Morena

Pai denuncia escola que tenta obrigar alunos a participar de festa para homenagear santo

Uma funcionária da escola confirmou que a participação é obrigatória; diretora nega e diz que a funcionária não tem conhecimento sobre o evento

07 março 2019 - 13h09Por Dany Nascimento

Uma festa realizada na escola Coração de Maria, em Campo Grande, está dando o que falar. Um pai, que prefere não se identificar para evitar retaliações, diz que a filha foi ameaçada caso falte ao evento em homenagem a um santo, que será realizada no final do mês de maio, na unidade de ensino.

De acordo com o pai, a menina disse que se não for na festa, ficará automaticamente de recuperação, mesmo obtendo boas notas. Ele destaca que tem um compromisso e não terá como levar a filha ao local na data solicitada e demonstra revolta pelas ameaças que a criança sofreu.

O TopMídiaNews entrou em contato com a escola através do telefone, se passando pela mãe de uma aluna para verificar se os estudantes tinham obrigação de estar no evento. A funcionária que atendeu o telefone confirmou que alunos, pais e funcionários da escola são obrigados pela direção a estar presente na festa.

Veja abaixo: 

Direção

Após o diálogo com a funcionária, iniciamos uma conversa com a diretora da escola, Madre Neiva Maria de Matos, revelando que a redação recebeu a denúncia de um pai sobre a obrigatoriedade de participação no evento. Com tom de voz elevado, a diretora afirma que “ninguém é obrigado a nada, somos obrigados apenas a pagar imposto neste país”.

A Madre disse que a informação de que alunos devem ficar de recuperação, caso faltem ao evento, é falsa. Sobre as afirmações da funcionária, que confirmou a obrigação, a diretora afirma que a mesma não tem conhecimento das questões pedagógicas da escola e teria concedido informação errada sobre a obrigatoriedade.

Além disso, a diretora afirma que os pais estiveram presentes em duas reuniões realizadas no local, antes das aulas e após o início do ano letivo, concordando com as decisões previstas no regimento escolar. “Os pais têm obrigação de acompanhar os filhos na escola, está previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente. Todos conhecem o regimento da escola, ninguém é obrigado a nada".

"Informação sobre essas questões devem ser tratadas apenas comigo. Os pais participaram de uma reunião quando ainda tinham opção de matricular o filho em outra escola, porque realizamos antes do início das aulas, depois realizamos outra reunião, então todos tem conhecimento do regimento da escola. Eu gostaria muito de saber o nome dos pais que estão reclamando disso, eles tem que vim até a escola”, completa.

Leia Também

Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Política
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Geral
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Filho morre  de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina
CORONAVÍRUS
Filho morre de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina