Menu
terça, 01 de dezembro de 2020
Ausente ou afastado?

Pai luta para fazer DNA e abraçar filha de cinco anos, mas diz que mãe e avó 'fogem'

No entanto, as duas cobram a pensão alimentícia e já o colocaram na cadeia

02 novembro 2020 - 09h30Por Thiago de Souza

Um homem em Campo Grande foi às redes sociais expor um drama em relação à filha, de cinco anos. Ele cobra investigação de paternidade e acusa a mãe e avó da pequena de tirarem o direito dele de ver a filha, mesmo pagando a pensão alimentícia. 

Em um longo texto, publicado em 16 de outubro, o rapaz começa dizendo que nunca foi de expor a vida pessoal, mas que inúmeras tentativas de ficar perto da filha lhe foram negadas. 

‘’...se recusam de todas as formas em fazer o DNA. Usam a Justiça como meio de defesa para cobrar pensão e penhorar os poucos bens que tenho. Mudam constantemente de endereço para não serem encontradas pelo oficial de justiça do processo de investigação de paternidade...’’, desabafou o denunciante. 

O rapaz garante que viu a menina apenas três vezes desde que ela nasceu. 

‘’...me prometeram DNA desde que eu passasse o direito de guarda para a avó materna, que seria subtenente da PM, e quando fiz, simplesmente sumiram e reapareceram depois cobrando direitos na Justiça...’’, acusa o suposto pai. Ele segue com o desabafo e questiona sobre a parcialidade da Justiça. 

‘’...em dias atuais de uma era da Maria da Penha, tem como ‘forçar’ uma visita ou qualquer outra coisa sem receber uma medida protetiva?’’, pergunta o homem. 

O rapaz questiona também onde fica o bem-estar da criança, que segundo ele está sendo privada do convívio paterno. 

‘’...eu nunca me neguei a ser pai, a minha filha é a prova viva disso, nunca me neguei a ser presente na vida dessa criança, eu só queria saber a origem dela’’, justifica o pedido de DNA. 

O pai disse que a reclamação é por ter pedido várias vezes para entrar com processo de alienação parental contra mãe e avó da criança, mas não ter tido apoio das autoridades. Sendo assim, ele decidiu expor o caso para envergonhar a mãe. 

‘’...como vou reaver os quase cinco anos de vida dessa criança, caso seja de fato minha? Como vou reaver os 60 dias presos por uma criança que pode nem ser meu filho? Como elas vão ressarcir o desamparo à minha filha durante os 60 dias que estive preso por pensão, por um filho que pode nem ser meu?’’, questiona novamente. 

As imagens do pai, mãe e avó não serão divulgados a fim de não expor a criança. 

Leia Também

Plano do Governo prioriza idosos, presos e indígenas na vacina contra a covid
Geral
Plano do Governo prioriza idosos, presos e indígenas na vacina contra a covid
Deputado de extrema-direita na Hungria é flagrado em orgia com 25 homens
Geral
Deputado de extrema-direita na Hungria é flagrado em orgia com 25 homens
Prefeitura entrega 15 câmaras frias para armazenar vacinas em Campo Grande
Cidade Morena
Prefeitura entrega 15 câmaras frias para armazenar vacinas em Campo Grande
Vereador denuncia Flex Park e diz que empresa cobra várias vezes pelo mesmo tempo em vaga
Cidade Morena
Vereador denuncia Flex Park e diz que empresa cobra várias vezes pelo mesmo tempo em vaga