Menu
sábado, 19 de setembro de 2020
Cidade Morena

Destruiu, pagou! Projeto prevê multa para pichações e vandalismo, mas é o suficiente?

Campo-grandenses apoiam projeto, mas ainda querem mais. Confira!

05 maio 2019 - 09h30Por Nathalia Pelzl

Projeto do deputado Marçal Filho (PSDB) prevê que a pessoa que pichar, vandalizar ou depredar patrimônio público seja obrigada a ressarcir o valor integral dos danos e pagamento de indenização correspondente ao dobro do valor do prejuízo.

Inicialmente a proposta se estendia também para patrimônio privado, mas acabou vetado pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). O texto atual está em análise na Assembleia Legislativa e já tem apoio nas ruas de Campo Grande.

A população acredita que tal medida é a ideal, considerando o número de vandalismo e depredação, principalmente em patrimônio público.

(Foto: Wesley Ortiz)

“Inclusive além de pagar, a pessoa deveria fazer a limpeza do local, arcar com tudo. Tudo que a gente consegue é no sacrifício. Na escola onde trabalho é assim, destruiu, arruma, pichou limpa”, diz a professora  Danielle Nolasco, de 31 anos.

Já a cambista Luna Martins pondera que, antes de tudo, é preciso entender a diferença entre pichação e grafite, sendo que o segundo é arte.

“Antes de falar em prejuízo, tem que entender a diferença. O grafite também tem que ser permitido. Agora sobre vandalismo, tem que pagar mesmo, o que não pode é a pessoa achar que pode sair destruindo tudo. Destruir algo não vai bonificar em nada quem destrói”, analisa.

(Foto: Wesley Ortiz)

O joalheiro Adolfo de Almeida, de 60 anos, acredita que apenas cobrar não seja o caminho.

“Não é somente sobe cobrar, pagar o dobro ou não. Quem comete tal atitude deveria além de pagar, prestar serviços comunitários em escolas, fórum, pagar cesta básica. Só assim, talvez o cidadão que cometeu infração se corrija”, finaliza.

Leia Também

Motorista da Uber furta calça jeans, confessa crime no Stº Antônio, mas nada de devolver
Cidade Morena
Motorista da Uber furta calça jeans, confessa crime no Stº Antônio, mas nada de devolver
Chuva não chega em Corumbá, mas na Bolívia tem até temporal e nevasca
Interior
Chuva não chega em Corumbá, mas na Bolívia tem até temporal e nevasca
Após seis dias, Dourados volta a ter mortes por covid-19
Interior
Após seis dias, Dourados volta a ter mortes por covid-19
VÍDEO: mulher abandona filhotinhos de gatos em porta de morador em Ivinhema
Interior
VÍDEO: mulher abandona filhotinhos de gatos em porta de morador em Ivinhema