Menu
segunda, 17 de maio de 2021
MS CRESCE PELA VIDA 14 a 18/05/2021
Cidade Morena

Pelo lado cômico, curta com capivara mostra cenário turístico de Campo Grande

A intenção é ampliar a interação entre a população campo-grandense e os monumentos culturais da cidade

17 abril 2021 - 18h10Por Vinicius Costa

O produtor Erion Samudio elaborou um curta-metragem - filme de menor duração - e apostou no lado cômico para apresentar o que Campo Grande possui de melhor. É o "Capivara Show".

Com cinemática mais simples, menos usual e mais descontraída, o projeto teve recursos da lei Aldir Blanc. O curta tem duração de 11 minutos e traz uma conversa entre capivaras no estilo 'talk show'.

A história conta sobre as estátuas, monumentos e os lugares mais conhecidos da Cidade Morena. A intenção de Samudio foi relacionar o passado e o presente com um dos animais mais presentes na capital sul-mato-grossense.

"As capivaras são os atrativos usados para provar que nós (humanos) não conhecemos nossas estátuas, nossa cidade é rica em monumentos, que se tornam invisíveis na correria do dia a dia", destacou.

"O Curta “Capivara Show” trata da história das estátuas e monumentos de Campo Grande, contado de uma forma diferente, agora elas estão vivas e com as mais diversas personalidades, indicando ao telespectador o que ele faria na nossa Capital Morena nos dias de hoje", acrescentou.

O curta foi produzido em stop-motion realista e aproveita para promover os pontos turísticos da cidade a partir do lado cômico.

"Nossa proposta vai além de um curta-metragem de animação, ela busca a comédia, o diálogo e, principalmente, influenciar nosso telespectador a querer conhecer nossos personagens pessoalmente, tornando seus monumentos mais conhecidos e admirados", afirmou Samudio.

A intenção é promover mais interação entre a população campo-grandense, mas aproveitar o cenário artístico para divulgar a cidade como rota turística que oferta, não só a presença das capivaras, mas os monumentos históricos."Nosso principal objetivo consiste em dar visibilidade, conhecimento e atrair mais pessoas para nossa capital morena".

A produção do curta também contou com a parceria da Sectur (Secretaria de Cultura e Turismo) e do FMIC (Fundo Municipal de Incentivos Culturais).

Confira o curta-metragem: